[CINEMA] A Boa Mentira de Ariano Suassuna e mais um reencontro com as telas

Filme baseado na obra do consagrado escritor paraibano será lançado em abril no cinema nacional.

Ariano Suassuna. Foto: Reprodução.

As informações são de João Suassuna, neto do dramaturgo e escritor paraibano, Ariano Suassuna.

João postou em seu Instagram pessoal, na noite desta quarta-feira (10), a novidade que é o filme “Auto da Boa Mentira”, mais uma produção cinematográfica com base na obra de Suassuna.

A previsão de estreia é no dia 15 do mês de abril, em todo o país. É uma produção da Imagens Filmes.

Ainda segundo o neto de Ariano, o filme é baseado “nas mais emblemáticas passagens contadas pelo Mestre, em suas aulas-espetáculo.

Pôster do Filme. Foto: Divulgação.

Veja o que disse, na íntegra, o neto de Ariano Suassuna, no seu Instagram:

“É emoção demais! O filme é baseado nas mais emblemáticas passagens contadas pelo Mestre, em suas aulas – espetáculo. Acompanhei meu avô em inúmeras delas. Sempre com aquela originalidade, leveza e profundidade para falar da cultura e do povo brasileiro. As histórias – todas elas – tinham um sentido muito claro: por meio do humor fazer as pessoas pensarem sobre a nossa formação histórica, suas distorções e potencialidades. Como ele se autodenominava “um Realista Esperançoso, um Homem da Esperança”. Nessa seara, vi Ariano, várias vezes, fazer a distinção da “boa mentira” e a mentira para prejudicar. A primeira delas, é exatamente a temática do filme: a mentira do bem, da criatividade dos artistas, do povo brasileiro, que fazem da sua inventividade uma possibilidade de enfrentamento da realidade e criação de mundos com possibilidades. Em tempo de “notícias falsas”, da mentira abominável, execrável, com a mais dura intenção de prejudicar, criar fatos inexistentes, a cultura, a arte e o conhecimento irão nos salvar. Só assim alcançaremos o caminho que merecemos – enquanto nação e povo – em busca sempre da justiça social e da liberdade!” Ariano sempre atual! #ArianoVive!”

O diretor do filme, José Eduardo Belmonte, conta que o filme é baseado nos contos de Ariano sobre a mentira e abordará quatro histórias baseadas em declarações do escritor nas suas aulas-espetáculo.

“O Ariano Suassuna tinha uma fascinação por mentirosos, não os que mentiam para prejudicar os outros, mas porque isso mostrava a capacidade de invenção do povo brasileiro diante de adversidades. O filme fala muito sobre os tempos atuais. Um comentário irônico sobre a cultura da mentira na sociedade brasileira”, diz Belmonte.

Trecho do Filme. Foto: Reprodução.

Leandro Hassum, Nanda Costa, Renato Góes, Cássia Kis, entre outros, são parte da equipe fantástica que compõem ‘O Auto da Boa Mentira’. Simplesmente fenomenal!

Sinopse

Dizem que mentira tem perna curta. Se isso é verdade, a bichinha corre rápido, viu! Em quatro histórias inspiradas em contos bem humorados de Ariano Suassuna, cada uma criada a partir de frases do poeta paraibano, conhecemos Helder, Fabiano, Pierce e Lorena, vivendo diferentes situações onde, ironicamente, a mentira é sempre a protagonista.

Veja no vídeo abaixo um trecho do filme:

Trecho do Filme ‘A Boa Preguiça’ (2021).
Vídeo: Reprodução.

Redação Gabinete Paraíba

Em sessão tumultuada, bolsonarista Bia Kicis é eleita presidente da CCJ da Câmara

BRASÍLIA —  Em uma sessão remota tumultuada, a deputada Bia Kicis (PSL-DF) foi  escolhida formalmente, por 41 votos a favor e 19 em branco, para presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. Após tentativa da oposição de lançar nome alternativo, o acordo entre líderes prevaleceu.

A eleição de Bia Kicis é resultado de acordo do PSL com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Em campanha para a presidência da Casa, Lira contemplou as duas alas da legenda em troca de apoio político. Bolsonaristas indicaram Kicis à CCJ, enquanto Luciano Bivar (PSL-PE) foi eleito primeiro secretário da Câmara.

Ao ser eleita Bia Kicis, disse que atuará com moderação e ressaltou o fato de que será a “primeira mulher” a presidir o colegiado. Também acrescentou que sua atuação será pautada pelo diálogo.

— Prefiro não dar destaques a todas as dificuldades, resistências, maledicências, narrativas injuriosas e falsas acusações, as quais foi submetida no último mês (…) quero eternizar neste momento os valores como paciência, serenidade e fé. Valores que cresceram em mim ao longo da vida e cresceram desde que o meu nome foi divulgado como candidata do PSL à presidência da CCJ —  discursou Kicis.

A sessão foi aberta com o deputado Felipe Francischini (PSL-PR) na presidência da sessão remota.  No entanto, questionado por não ser membro da CCJ mas ex-presidente do colegiado, ele foi substituído pelo deputado Mauro Lopes  (MDB-MG) que estava presencialmente na Câmara. Tanto  Francischin com Lopes indeferiram a  candidatura avulsa da deputada Fernanda Melchior (PSOL-RS).

O deputado do MDB afirmou que o direito do PSL de indicar um candidato único era regimental por respeitar a proporcionalidade e também por haver deliberação do assunto em reunião de líderes.

— Nós temos que respeitar a decisão de líderes. Podem recorrer,  é matéria vencida  —  disse Mauro Lopes. 

Melchionna citou a participação de Bia Kicis em atos antidemocráticos e o fato de ser investigada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em inquérito das fake news.

— O  PSOL não faz parte do acordo. Não não temos como dar apoiar  a uma extremista que é investigada no STF  — disse a parlamentar, completando:  —  Quem comete inúmeros crimes não pode ser presidente da CCJ da Casa.

Na reunião de líderes ontem, o presidente da Câmara ameaçou retaliar qualquer partido que fizesse manobras para desfazer o acordo de líderes para indicação de Bia.

Bia Kicis é investigada em inquérito que tramita no STF sobre atos antidemocráticos. O relator, ministro Alexandre de Moraes, já determinou o depoimento da parlamentar, que foi interrogada no ano passado pela Polícia Federal. Ela também é investigada em outro inquérito conduzido por Moraes, que investiga a disseminação de ataques e notícias falsas sobre ministros do Supremo.

Acordo de líderes

Na terça-feira, deputados fecharam acordo para a indicação e eleição dos parlamentares que vão comandar as 25 comissões permanentes da Câmara. Entre os principais nomes, estão Aécio Neves (PSDB-MG) na comissão de Relações Exteriores, Carla Zambelli (PSL-SP) na Comissão de Meio Ambiente e Bia Kicis na Comissão de Constituição de Justiça

Após duas semanas de disputas e divergências sobre a ordem de preferência para alguns colegiados, os partidos foram definidos. O acordo foi fechado sob queixas  de que uma vaga do PP deve ser cedida ao PSDB para colocar Aécio Neves nas Relações Exteriores, já que esse acordo foi feito entre Lira e o próprio Aécio, sem as demais lideranças.

Fonte: O Globo

Bolsonaro amplia compra de vacinas pelo governo e setor privado

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou nesta quarta-feira (10/3) duas propostas que ampliam a capacidade de aquisição de vacinas contra a Covid-19 pelo governo federal e pelo setor privado.

A cerimônia de sanção ocorreu durante cerimônia no Palácio do Planalto. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), esteve entre os pouco mais de 40 presentes (leia sobre a participação do Legislativo na pandemia mais abaixo). Todos os convidados, inclusive Bolsonaro, estavam de máscara, uma novidade nos eventos palacianos.

Bolsonaro aproveitou a cerimônia para falar das ações do seu governo no combate à Covid-19. De acordo com ele, o Brasil “é exemplo no mundo” no que diz respeito à vacinação e às medidas econômicas adotadas para atender a população, como o auxílio emergencial.

“Somos e fomos incansáveis desde o primeiro momento na luta contra a pandemia. Desde o início de resgate de brasileiros em Wuhan, na China”, reforçou.

Até a última atualização deste texto, as sanções não haviam sido publicadas no Diário Oficial da União (DOU) e o Palácio do Planalto também não havia informado se houve vetos às propostas.

Um dos textos sancionados, o projeto de lei 534 de 2021, permite a compra de vacinas pela iniciativa privada, desde que as doses sejam integralmente doadas ao Sistema Único de Saúde (SUS) durante a fase de imunização dos grupos prioritários. Após essa etapa, as empresas poderão administrar o imunizante gratuitamente.

A proposta de autoria de Pacheco também autoriza que União, estados e municípios assumam os riscos de serem responsabilizados por eventuais efeitos negativos provocados por vacinas contra a Covid-19 aplicadas na população brasileira.

A outra proposta, a medida provisória 1.026 de 2021, facilita a compra e o registro de vacinas contra a Covid-19 junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A tramitação da MP no Congresso Nacional foi concluída na semana passada, quando os senadores aprovaram a proposta. O texto permite a dispensa de licitação e traz regras flexíveis para a compra de insumos para imunização.

Além disso, a medida também estabelece um prazo de sete dias úteis para que a Anvisa decida se aprova ou não vacinas para uso emergencial no Brasil que tenham sido aprovadas em outros países.

O dispositivo foi desenhado para facilitar a aprovação da Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, na Rússia, e da Covaxin, do laboratório Bharat Biotech, na Índia. A MP dispensa a necessidade da conclusão da fase 3, mas exige relatório técnico das autoridades internacionais que comprove os padrões de qualidade do produto.

Na manhã desta quarta, o diretor-presidente da agência sanitária, Antonio Barra Torres, se reuniu com Bolsonaro. Na ocasião, Barra Torres pediu a sanção da medida, sem o indicativo de vetos à proposta

Negociação com o Legislativo

A gestão do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia vem sendo questionada por várias frentes, entre elas a dos governadores. Por isso, Pacheco e Lira vem buscando preencher as lacunas deixadas pelo Executivo e têm conversado com os chefes dos estados e articulado com outros agentes a ampliação da vacinação.

Na terça (9/3), os dois parlamentares cobraram do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, detalhes sobre a vacinação e a aquisição de insumos para vacina. A cobrança ocorre ao mesmo tempo em que Pacheco segura a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar possíveis omissões do governo na gestão da crise sanitária.

Lira, por sua vez, conversou com o embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, e fez um apelo por mais imunizantes. Na ocasião, o deputado destacou que o governo brasileiro não é só o Executivo, mas também o Legislativo e o Judiciário.

Uso de máscara

Durante a cerimônia desta quarta, todos os convidados fizeram o uso da máscara, inclusive o presidente Bolsonaro, que costuma criticar o item de proteção.

Essa é a primeira vez que o chefe do Executivo usa o equipamento em meses. Há cerca de duas semanas, Bolsonaro mencionou uma “universidade alemã” que teria apontado num “estudo” que máscaras são “prejudiciais a crianças”.

Ao contrário do que disse o presidente, nenhuma universidade alemã elaborou qualquer estudo que chegou a essa conclusão.

O que aconteceu, na realidade, é que Bolsonaro citou os resultados de uma pouco rigorosa enquete online realizada por cinco pesquisadores da Universidade de Witten/Herdecke, no estado alemão da Renânia do Norte-Vestfália. O objetivo dos pesquisadores era formar um banco de dados para coletar relatos sobre o uso de máscaras em crianças.

Fonte Metropoles

[RETORNO] Senador Veneziano destaca importância do MDB no estado e convoca partido ao retorno as bases

Em entrevista na noite dessa última terça-feira (9), ao Jornalista Heron Cid, no Programa Hora H, o Vice-Presidente do Senado Federal e o futuro novo Presidente do MDB na Paraíba, Senador Veneziano Vital, falou sobre a missão a frente do partido e ressaltou a importância do MDB voltar às bases, em busca de ocupar, mais uma vez, o cenário majoritário da política estadual.

Senador Veneziano Vital (MDB)

Nesse último final de semana, o MDB da Paraíba anunciou a nova composição do seu diretório estadual, que deverá assumir no próximo mês de abril, o partido passa por uma transição e segue interinamente sob o comando do ex-Governador Roberto Paulino, que também fará parte da nova composição, assumindo a Vice-Presidência.

Veneziano em sua primeira entrevista a respeito da nova tarefa destacou, entre outras coisas, a grandeza do MDB na história política do estado, porém para o Senador, o partido hoje conta com um número limitado de lideranças, prefeituras e membros no legislativo, por isso deve trazer de volta uma relação mais próxima com seus membros e a população, confira:

“Hoje nós temos apenas dez companheiros administrando municípios, temos um número também limitado de companheiros vereadores, então nós precisamos trazer de volta aquela relação que o MDB tinha com as bases, ouvindo-as nos municípios, nas regiões, traçando as estratégias, pontuando os assuntos de importância para cada uma dessas regiões e para o estado de maneira global, enfim, protagonizar, essa é a nossa tarefa, é a nossa missão.”

Instado sobre como administrar o pensamento vigente no partido e o respeito às tradições, conciliando com a necessidade de oxigenação e renovação do partido, Veneziano respondeu que vê isso com algo natural, que toda agremiação precisa passar pelo processo de atrair novas ideias, novas pessoas, em busca de novas dinâmicas capazes de responder as necessidades e mudanças que abatem o mundo e que atingem o nosso país, “O MDB não pode ser uma ilha, não pode pensar diferente, o MDB não pode deixar de ter este compromisso”, declarou Veneziano.

Por fim, o Senador falou das suas expectativas para o processo eleitoral do ano que vem, espera que o partido possa novamente participar ativamente da construção das opiniões, dos projetos para administração pública e ocupar os espaços de disputa majoritária. Disse ainda que respeita as tradições e referências do partido por todo estado, reafirmou a sua opinião sobre o apoio a reeleição do Governador João Azevedo, mas que isso não significaria que outras pessoas não pudessem ter opiniões divergentes, pois segundo ele, “o MDB não é apenas democrático na sigla, o MDB se fez democrático abrindo a oportunidade para que as divergências existam, surjam e com elas você podendo encontrar as convergências finais”.

Redação Gabinete Paraíba com informações do Blog do Heron Cid

[CONSÓRCIO NE] Governadores do Nordeste vão pedir 10 milhões de doses de vacinas a Joe Biden

Governadores do Nordeste. Foto: Reprodução.

Governadores do Nordeste vão pedir ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, a liberação para o Brasil de 10 milhões de doses de vacinas que estão estocadas no país norte-americano.

Os gestores querem também, em outra frente, convencer a OMS (Organização Mundial da Saúde) a antecipar o envio de doses já previstas para o Brasil do consórcio Covaxin

Os governadores do Nordeste receberam a informação de que um lote de 10 milhões de vacinas de Oxford/AstraZeneca está estocado nos EUA, ainda sem data para ser aplicado, informa a Jornalista Mônica Bergamo.

As doses estocadas não estariam sendo ainda aplicadas porque os EUA ainda não teriam treinado profissionais para aplicar especificamente a vacina de Oxford.

Os governadores do Nordeste pretendem também convencer a OMS (Organização Mundial da Saúde) a antecipar o envio de doses já previstas para o Brasil de vacinas do consórcio Covaxin.

Fonte: Revista Nordeste

[REVOLTA] Ex-Deputado Toinho do Sopão chama esquerda de ‘Gafanhotos’

As declarações foram feita em mensagem num grupo de WhatsApp da cidade de Bayeux.

Toinho do Sopão na Assembleia Legislativa da Paraíba. Foto: Reprodução.

O ex-Deputado Estadual paraibano, Toinho do Sopão, fez duras declarações contra os militantes de esquerda e petistas na manhã desta quarta-feira (10), em um grupo de WhatsApp da cidade de Bayeux.

Segundo o ex-parlamentar, a culpa da alta no valor dos combustíveis é culpa da política do PT a frente da Petrobrás e cita o presidente Evo Morales, da Bolívia.

“PASSANDO POR AQUI PARA DIZER QUE EU NÃO DISCUTO MAIS COM PETISTAS OU ESQUERDISTA QUANDO VOCÊS RECLAMAR DO PREÇO DA GASOLINA, AÍ EU PERGUNTO: MANDA A ESQUERDA DEVOLVER O QUE NOS ROUBARAM DA PETROBRÁS, MANDA ELES DEVOLVEREM A REFINARIA DE PASSADINA (PASADENA), QUE DEIXARAM O GOVERNO DA BOLÍVIA NOS ROUBAR, PRECISAMENTE EVO MORALES”

A refinaria de Pasadena, localizada no Texas (EUA) e alvo de muitas polêmicas durante os governos petistas, fora vendida inteiramente pelo governo brasileiro no início de 2019, ao grupo norte-americano Chevron, por US$ 467 milhões (cerca de R$ 1,8 bilhão) .

O suposto roubo da Bolívia, alegado pelo ex-Deputado Estadual, foi na verdade uma polêmica de 2006, de que o ex-Presidente Lula (PT), havia doado ao país vizinho, uma refinaria da Petrobrás na região. Mas de acordo com a reportagem do Estadão, de 06 de outubro de 2020, a Bolívia pagou um valor de US$ 112 milhões ao Brasil pelas refinarias, pois o Presidente Evo Morales instituiu à época, um decreto que nacionalizou toda a exploração de gás no país.

Fake News verificada sobre doação de refinaria à Bolívia. Foto: Reprodução/Estadão.

Toinho ainda desferiu outros ataques aos Governos Petistas e mais precisamente ao Governo Dilma Rousseff pela crise de desemprego na gestão da ex-Presidenta.

Mas suas palavras não se restringem apenas ao PT. Ele ainda disparou contra o ex-Ministro e Pré-Candidato a Presidente da República, Ciro Gomes (PDT).

“MANDA DILMA DEVOLVER 13 MILHÕES DE DESEMPREGADO AOS POSTOS DE TRABALHO QUE A ESQUERDA DEIXOU, A CHEGA AO PONTO DO CIRO GOMES QUE QUERIA GANHAR AS ELEIÇÕES EM CIMA DE 60 MILHÕES DE BRASILEIROS DEVENDO A DEUS E O MUNDO E TODOS NO SPC E CIRO GOMES QUERIA GANHAR AS ELEIÇÕES EM CIMA DESSE POVO DEVEDOR DIZENDO QUE IA ZERAR AS DÍVIDAS DE TODO MUNDO ALGUÉM LEMBRA DISSO

Toinho do Sopão distribuindo sopa.
Foto: Reprodução.

O famoso homem do Sopão, que é um defensor ferrenho do Presidente Jair Bolsonaro (sem partido), saiu na defesa do mandatário da nação, em sua declaração acerca do desemprego e da crise vigente no país.

“SÓ PARA LEMBRAR AOS ESQUERDISTAS QUE ESSE MILHÃO DE DESEMPREGADO QUE TÁ AÍ DEPOIS DOS TREZE MILHÕES DA DILMA NÃO FOI DEIXADO POR BOLSONARO MAS SIM PELO MALDITO VÍRUS QUE SE INSTALOU EM NOSSO PAÍS E ESTÁ DEVASTANDO AS EMPRESAS E CONSEQUENTEMENTE TRAZENDO DESEMPREGO EM CIMA DE DESEMPREGO”

À semelhança do discurso do Presidente da República, o político ainda atacou os Governadores e Prefeitos, culpando-os pelo atual momento e pelo desemprego.

“GRAÇAS A ESSA RAÇA DE ESQUERDISTAS DE PREFEITOS E GOVERNADORES QUE COMERAM O DINHEIRO DO GOVERNO FEDERAL MANDOU E VCS VEEEM CULPAR O BOLSONARO POR ISSO!!!! VOCÊS SÃO IGUAIS A GAFANHOTOS SÓ APARECEM QUANDO A LAVOURA TÁ PRONTA PARA COMER E DEVASTAR AS RIQUEZAS DO NOSSO PAÍS SEM MAIS DELONGAS”

Veja abaixo a fala do ex-Deputado no Grupo de WhatsApp:

Foto: Reprodução.
Continuação. Foto: Reprodução.

Sobre Toinho do Sopão

Em 2010, Toinho obteve mais de 57 mil votos e foi eleito o deputado estadual mais votado da história da Paraíba, pelo antigo PTN (hoje, Podemos). O sucesso nas urnas foi o resultado da distribuição gratuita de Sopas que ele fazia diariamente no Centro de João Pessoa. Mas em 2014, candidatou-se novamente, pelo PEN (hoje, Patriota) e obteve 6.851 votos, não sendo o suficiente para retornar à Casa de Epitácio Pessoa.

Redação Gabinete Paraíba

[GENEROSIDADE] Mulher faz diversos livros infantis em Braile e doa para o mundo inteiro

Fundadora de uma organização focada na educação de crianças cegas, Debra Bonde já produziu mais de 600 mil exemplares.

Debra Bonde. Foto: reprodução.

Sozinha, a guerreira Debra Bonde começou a imprimir diversos livros infantis em Braile para doar a crianças com deficiência visual, em Detroit, nos Estados Unidos. Ela começou a fazer esse incrível trabalho em 1984 e continua até hoje.

Debra só queria encontrar um trabalho voluntário que pudesse fazer sem ter que falar com muitas pessoas, já que sempre foi reservada e tímida.

Quando ela descobriu que podia utilizar uma impressora em Braile do pai e ao mesmo tempo transcrever os livros para crianças deficientes visuais, sua vida mudou.

Hoje Debra é administradora da ONG Seedlings Braille Books e já distribuiu mais de 600 mil livros para o mundo inteiro.

Com o tempo, a necessidade de ter mais pessoas trabalhando apareceu, junto com a oficialização da sua ONG. Para andar com a Seedlings Braille Books, Debra precisou contratar profissionais e, para custear tudo, começou a vender algumas das obras com o valor mínimo, que era o cobrado pelo papel dos livros.

Hoje a ONG de Debra oferece metade dos livros de forma gratuita e os demais são vendidos a um preço de custo acessível, sendo que a maioria deles têm o valor de metade do que é necessário para produzi-los.

A ONG também se paga vendendo camisetas, presentes e outros objetos através do seu site.

Debra disse acreditar que se uma criança ganha um livro, o amor pela leitura dela crescerá.

Ela também procura promover uma maior inclusão, aumentando assim as oportunidades de alfabetização em Braile para que crianças cegas e com qualquer deficiência visual possam crescer e levar uma vida alfabetizada e independente.

Abaixo, você assiste a um vídeo da Seedlings Braille Books! O vídeo tem tradução para o português, basta ativar no próprio YouTube:

Fonte: A Soma de Todos Afetos.

[Modo Alemanha] Bahia aplica goleada na Raposa pela Copa do Brasil

Time do Bahia comemora gol contra o Campinense — Foto: Rafael Machado / Divulgação / EC Bahia

O que parecia ser uma noite de sustos, terminou bem tranquila para o Bahia. Na terça-feira (9), o Esquadrão até saiu atrás no placar, mas bateu o Campinense por 7×1, no estádio Amigão, em Campina Grande, e se garantiu na segunda fase da Copa do Brasil.

Publicação do Campinense antes da partida desta terça-feira (09). Foto: reprodução.

O time paraibano abriu o placar com Cadu, mas Rossi, três vezes, Juninho Capixaba, duas, Gilberto e o zagueiro Júnior Gaúcho, contra, anotaram os gols da virada e triunfo tricolor.

Além da vaga, o Bahia embolsou ainda uma cota de R$ 1,35 milhão pela classificação. Na próxima fase, o time baiano vai enfrentar o vencedor de Jaraguá-GO e Manaus, que se enfrentam na quinta-feira (18).

O DESTAQUE DE ROSSI

Apostando na qualidade técnica, Dado montou o Bahia com apenas um volante. Patrick teve as companhias de Daniel e Rodriguinho no meio-campo. Pouco ameaçado, o Bahia controlava bem o jogo, mas pecava no último terço do campo. Aí veio o susto. Aos 17 minutos, a defesa tricolor dormiu e Cadu aproveitou a bola desviada para bater forte e abrir o placar para o time paraibano.

O gol deu uma acordada no Bahia. Um minuto depois Gabriel Novaes recebeu passe açucarado, mas o goleiro Rubens Júnior salvou. O tricolor continuou pressionando a raposa no campo de defesa. Deu certo.

Aos 23 minutos, Daniel descolou belo lançamento para Rossi. Livre, o atacante matou no peito e mandou um bonito voleio para empatar o duelo. Embalado, a virada tricolor veio três minutos depois.

Na jogada individual, Gabriel Novaes passou pela marcação e cruzou rasteiro para Rossi. Livre, o camisa 7 empurrou para as redes e anotou o segundo dele e do Bahia no jogo.

O Campinense sentiu o momento do Bahia. Gilberto foi derrubado na área e o juiz marcou pênalti. O próprio centroavante foi para a cobrança, mas parou no goleiro e perdeu a chance de deixar o Esquadrão em situação mais confortável.

O Esquadrão passou ainda por uma situação incomum. Douglas pegou com as mãos a bola recuada por Daniel. O árbitro marcou o tiro livre indireto dentro da área. A cobrança do Campinense explodiu na barreira.

No agitado primeiro tempo, ainda deu tempo do Bahia marcar o terceiro. Aos 44 minutos, Gilberto chutou forte, o zagueiro Kemerson tentou cortar e mandou contra o próprio patrimônio.

VIROU PASSEIO

Bahia voltou para o segundo tempo com a mesma pegada que terminou a primeira etapa. Com apenas três minutos, o Esquadrão encaixou rápido contra-ataque e Gilberto tirou do goleiro para deixar Rossi em condições de anotar o terceiro dele e o quarto do tricolor no jogo.

Em situação bem tranquila, Dado Cavalcanti aproveitou para rodar o elenco. Ele colocou Juninho Capixaba na vaga de Matheus Bahia. O lateral entrou em campo com estrela. Aos 13 minutos, Rossi cruzou, Capixaba chegou batendo de primeira e conseguiu encobrir o goleiro Rubens Júnior: Bahia 5×1.

Após o quinto gol o Bahia tirou o pé do freio e passou a administrar o resultado. O Campinense até tentou assustar em chutas de fora da área que Douglas fez a defesa.

Quando o Esquadrão decidiu apertar, construiu mais um gol. Aos 36 minutos Juninho Capixaba passou pela marcação e dentro da área cruzou para Gilberto. No segundo pau, o atacante escorou para as redes e anotou o sexto do tricolor.

A partida parecia liquidada, mas ainda deu tempo para Juninho Capixaba, aos 45 minutos, chutar de perna direita para fazer 7×1 para o Bahia e finalizar o massacre no time de Campina Grande.

TORCEDORES RIVAIS IRONIZAM NAS REDES SOCIAIS

Torcedores do Botafogo-PB “tiram o couro” do Campinense Clube nas redes sociais. Confira:

Foto: reprodução.
Foto: reprodução.

Fonte: Gabinete Paraíba com Correio 24h.