Governador João Azevêdo foi vacinado nesta segunda contra a Covid-19

Gestor Estadual tomou a sua primeira dose da vacina contra a Covid-19

Governador João Azevêdo recebe primeira dose da vacina. Foto: Reprodução/Governo da Paraíba.

O governador João Azevêdo (Cidadania) compareceu, nesta segunda-feira (22), ao Santuário Mãe Rainha, em João Pessoa, local onde recebeu a primeira dose da vacina Coronavac. A imunização do público alvo entre 65 e 69 anos foi iniciada hoje na Capital paraibana, após a a Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizar a distribuição das 91.150 doses enviadas à Paraíba nesse fim de semana.

Com 67 anos, o chefe do Executivo estadual destacou a representatividade do momento e a importância da vacinação. “É uma alegria muito grande estar aqui e ser vacinado e o meu sonho e expectativa é de que todos os paraibanos sejam vacinados o mais rápido possível”, comentou.

Ele também ressaltou o esforço para que mais imunizantes cheguem à população. “Nós estamos lutando para que mais vacinas cheguem para que mais pessoas sejam imunizadas. Esse é um momento importante, mas não paramos por aqui. Estamos no meio dessa guerra e a vacina é a única arma que temos contra essa doença terrível”, concluiu.

Até o momento, a Paraíba já distribuiu 579.108 doses das vacinas contra a Covid-19 para todos os municípios paraibanos, de acordo com o critério estabelecido pelo Ministério da Saúde.

Fonte: Governo da Paraíba

Governador anuncia parceria com a Uber oferecendo transporte gratuito à população que vai se vacinar

Anúncio foi dado no programa “Conversa com o Governador” na Rádio Tabajara

Uber. Foto: Reprodução.

O governador João Azevêdo (Cidadania) anunciou, nesta segunda-feira (22), durante o programa semanal Conversa com o governador, transmitido em cadeia estadual pela Rádio Tabajara, uma parceria com a Uber que irá assegurar o transporte gratuito do grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19. Serão disponibilizadas, a partir de hoje, 10 mil viagens de ida e volta aos locais de imunização nos municípios de João Pessoa, Cabedelo, Bayeux, Santa Rita e Campina Grande.

O chefe do Executivo estadual ressaltou que a iniciativa tem o objetivo de garantir o acesso da população que tem dificuldade de mobilidade aos pontos de vacinação definidos pelos municípios. “Isso permitirá que as pessoas que têm problemas para se locomoverem possam chegar rapidamente aos postos de vacinação. Agradeço publicamente o apoio da Uber com essa parceria, por ter disponibilizado um valor de R$ 150 mil em viagens. Dessa forma, estaremos incluindo muita gente que não tem como pegar um carro para ir, que não tem um parente que possa levá-lo até o posto de vacinação e, agora, vai ser vacinado usando o Uber”, explicou.

As viagens para os locais de vacinação serão feitas por meio de códigos promocionais e terão validade de 12 horas, sendo recomendado o pedido de gratuidade imediatamente à solicitação da primeira viagem. Em João Pessoa, Cabedelo, Santa Rita e Bayeux, o código que deverá ser inserido é o VACINAPB. Já em Campina Grande será VACINAPBCG.

Cada usuário só pode inseri-lo uma vez, garantindo a gratuidade para as duas viagens que devem chegar a até R$25,00, cada.

Como inserir os códigos – O usuário deverá abrir a aba ‘Menu’ no aplicativo da Uber. Em seguida, escolher a opção ‘Pagamentos’, inserir o código promocional, de acordo com a cidade, na seleção ‘promoções’, concluindo o pedido na opção ‘adicionar’. Ao final, aparecerá a mensagem indicando que o solicitante recebeu duas viagens de até R$25,00, por trecho.

É importante ressaltar que a gratuidade só vale para viagens que terminam e começam nos locais de vacinação indicados pelas prefeituras de cada município e não se estende à modalidade drive-thru e para shoppings centers. Em caso de mudanças nos locais de vacinação, as cidades deverão informar as alterações à Secretaria de Estado da Saúde (SES) para que as atualizações sejam repassadas à empresa.

Fonte: Governo da Paraíba

Presidente Estadual do PSOL chama os Cunha Lima de demagogos e caras de pau

Líder psolista fez declaração em texto veiculado nesta segunda no WhatsApp

Tárcio Teixeira. Foto: Reprodução.

Tárcio Teixeira, Presidente Estadual do Partido Socialismo e Liberdade da Paraíba (PSOL-PB) declarou nesta segunda-feira (22), em texto no WhatsApp, que os Cunha Lima são demagogos e caras de pau.

A declaração de Teixeira teria se dado devido ao oportunismo de Bruno Cunha Lima (PSD) e Romero Rodrigues (PSD), diante das vacinas.

Segundo o Psolista, os dois foram os menos cuidadosos com relação às medidas de saúde na Pandemia da Covid-19, tendo seguido o Presidente Bolsonaro (sem partido) e não a ciência.

Bruno Cunha Lima, Bolsonaro e Romero Rodrigues. Foto: Reprodução.

Veja declaração na íntegra

A Vacina e a Demagogia dos Cunha Lima

Faz tempo que não começo um texto de uma forma tão mal educada, mas lá vai: É muita cara de pau desse Bruno Cunha Lima, ele e Romero foram os menos cuidadosos no enfrentamento a Pandemia, seguiram as orientações de Bolsonaro e não da ciência, tanto que recepcionaram o antipresidente em aglomeração e sem máscaras. Agora quererem pintar de defensores da vacina, paciência!

Romero e Bruno são o último suspiro da ultradireita na Paraíba, agora atrelada aos Cunha Lima. Anotem o que estou dizendo.

Tárcio Teixeira
Presidente do PSOL/PB

Redação Gabinete Paraíba

Lacen-PB orienta sobre coleta e entrega de resultados de exames da Covid-19

Laboratório presta informações a população sobre procedimentos de coleta e entrega de resultados no estado

Profissionais do Lacen-PB. Foto: Reprodução.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) reforça que o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-PB) é a unidade de referência, na Paraíba, para a análise das amostras coletadas para o diagnóstico da Covid-19. A Secreetaria alerta aos usuários que o serviço não funciona como posto de coleta, por isso não é aberto ao público.

O fluxo da vigilância laboratorial segue alguns critérios. O diagnóstico considerado padrão para a identificação do Covid-19 é realizado por meio da técnica de RT-PCR em tempo real, metodologia indicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). De acordo com o diretor geral do Lacen-PB, Bergson Vasconcelos, os municípios são os responsáveis por realizar a coleta dos exames. Ele explica que a coleta é realizada em uma unidade de saúde, que providencia o registro de notificação nos sistemas de vigilância epidemiológica e a requisição do exame deve ser cadastrada no Gerenciador de Ambiente Laboratorial, o GAL.

“Ao chegar no Lacen-PB, o setor de triagem verifica as condições da amostra e, em caso de conformidade, ela segue para as etapas de processamento no nosso setor de Biologia Molecular. Após a análise, os resultados são cadastrados no sistema do GAL e se os dados epidemiológicos estiverem notificados nos sistemas e-SUS ou SIVEP-Gripe, o resultado é liberado”, pontua.

Bergson Vasconcelos reforça que o paciente deve entrar em contato com a unidade de saúde onde realizou a coleta para ter informações e receber o laudo com o resultado. Ele afirma que, apesar do aumento de volume de exames, o Lacen-PB ainda mantém o tempo de resposta médio de 48h após o recebimento da amostra na unidade.

Em agosto de 2020, o Governo da Paraíba investiu em novas instalações para o laboratório, ampliando os serviços disponibilizados aos 223 municípios. Até o momento, o Lacen já realizou 134.004 exames para o diagnóstico da Covid-19. Destes, 46.956 tiveram o resultado detectável e 87.048 foram descartados.

Fonte: Governo da Paraíba

[ELEIÇÕES 2022] Governador da Bahia defende aliança entre PT e PSDB contra Bolsonaro em 22

Rui Costa já havia dito que não vê problema em dialogar com Dória ou Eduardo Leite num possível acordo entre partidos em 2020

Governador da Bahia. Foto: Reprodução.

Não é novidade que o Governador da Bahia e ex-Presidente do Consórcio Nordeste, Rui Costa (PT), defende uma aliança entre o Partido dos Trabalhadores e o Partido da Social Democracia Brasileira para derrotar o Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas eleições presidenciais de 2022.

O gestor já havia concedido entrevista ao Jornal O Globo em agosto de 2020 deixando o caminho aberto para os diálogos entre os partidos que historicamente são adversários.

Nesta segunda-feira (22), novamente o Governador foi entrevistado, desta vez do Jornal O Estado de S. Paulo, sobre a mesma temática. Uma possível aliança entre o PT e o PSDB. O Governador mais uma vez ressaltou a importância do diálogo e disse que trabalha pra isso.

“Se depender de mim, vamos trabalhar para isso. Sou a favor de que a gente coloque o Brasil acima das nossas divergências políticas secundárias”, disse o petista.

Assim como o Governador baiano, o ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso também concedeu entrevista ao Jornal e declarou que está disposto ao diálogo.

“Da minha parte estou aberto a conversar. É necessário. Na minha concepção, é preciso definir quem é o inimigo principal. Se é o Bolsonaro, como a gente ganha dele?”, Disse o ex-Presidente.

Lula e FHC. Foto: Reprodução.

Ainda de acordo com FHC, as eleições brasileiras de 2022 serão semelhantes às dos Estados Unidos da América, na sua visão, uma luta contra a barbárie.

“Estamos tratando de um projeto de salvação nacional. A lógica da disputa da eleição no Brasil será semelhante à dos Estados Unidos. É a democracia contra a barbárie e o ódio. A sociedade do bem vai prevalecer contra a lógica miliciana de condução do País.”, Ressaltou.

Segundo informações das lideranças das duas siglas, há uma articulação para uma reunião entre Lula e FHC, mas a data ainda não é precisa.

PT e PSDB. Foto: Reprodução.

A relação entre os partidos tem se mostrado muito promissora. Os primeiros gestos já têm sido demonstrados nas reuniões do Fórum de Governadores Brasileiros, onde os gestores fazem acenos uns aos outros, na luta contra Bolsonaro e seu governo.

Já entre os militantes, há também uma expectativa muito boa. Na Paraíba, membros do diretório estadual do Partido dos Trabalhadores já comemoram, como é o caso do Secretário Estadual da Juventude do PT, o estudante de Direito, Pedro Matias.

“Aliança se faz com os opostos mesmo. Ter dois grandes presidentes em cima do mesmo palanque para derrotar o fascismo seria espetacular”, disse o jovem petista em seu Instagram.

Story do Presidente da JPT-PB. Foto: Reprodução.

Redação Gabinete Paraíba com informações d’O Estado de S. Paulo

[Covid-19] Biden cumpre promessa e vacina 100 milhões de americanos antes do prazo previsto

Vacina contra Covid-19 produzida pela Janssen – Kamil Krzaczynski/AFP

O presidente Joe Biden cumpriu, nesta sexta-feira (19), 41 dias antes do prazo previsto, a promessa de administrar 100 milhões de doses das vacinas contra o coronavírus nos Estados Unidos, segundo dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Em 14 de janeiro, seis dias antes de assumir a Casa Branca, o democrata havia prometido colocar “100 milhões de doses de vacina contra a Covid nos braços da população americana” até seu centésimo dia no cargo.

A campanha de imunização nos EUA, porém, ultrapassou a marca nesta sexta, o 59º dia de Biden na Presidência. O último balanço divulgado pelo CDC mostra que, no total, 118,3 milhões de doses foram aplicadas desde que a primeira equipe de profissionais de saúde de Nova York foi vacinada em 14 de dezembro, ainda no governo de Donald Trump.

Até agora, 77,2 milhões de pessoas receberam ao menos uma dose do imunizante e 41,9 estão completamente vacinadas – porque receberam as duas aplicações da vacina da Pfizer ou da Moderna ou a dose única da vacina da Johnson & Johnson.

Em média, o país tem aplicado 2,46 milhões de vacinas por dia e ocupa a nona posição entre as nações que administraram mais doses em relação ao tamanho da sua população – são 349,6 a cada mil habitantes. O primeiro do ranking é Israel (1.112,7), e o Brasil é o 60º, com índice de 61,2.

Quando Biden fez a promessa, em janeiro, menos de um mês depois do início da campanha de imunização, a média móvel de casos confirmados nos EUA ainda estava próxima do pico de mais de 250 mil infecções diárias.

Desde então, a queda foi bastante acentuada, de modo que o índice registrado nesta quinta-feira (18) foi de 54,6 mil novos casos – redução de mais de 78%. Os EUA ainda ocupam, porém, o primeiro lugar na lista nada honrosa de países com os maiores números de contaminados e mortos pela Covid-19.

Desde o início da pandemia, foram mais de 29,7 milhões de casos confirmados e quase 541 mil óbitos, de acordo com os dados compilados pela Universidade Johns Hopkins.

Fonte: Folha de Pernambuco