[CULTURA] Cantora de JP, Madu Ayá faz sucesso com nova música ‘Me devora na manha’

Madu Ayá. Foto: Reprodução.

A jovem artista Madu Ayá, cantora e compositora da cidade de João Pessoa, tem se destacado pelo Brasil afora e principalmente na região sudeste do país, em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, em meio às paradas musicais. Nesta semana a cantora paraibana alcançou a marca de mais de 1,5 milhão de visualizações em seu canal no YouTube.

Todo esse sucesso vem sendo construído ao longo dos anos e tem grande influência do seu novo trabalho, a música “Me Devora na Manha”, que foi lançada recentemente pela artista e já faz parte das playlists de vários brasileiros e brasileiras nas plataformas de streaming. Segundo informações, até o ex-ator da “Grande Família”, Lúcio Mauro Filho (o “Tuco”), teria se apaixonado pela canção.

Capa do Single. Imagem: Madu Ayá/Reprodução.

Madu revelou que o seu novo clipe busca valorizar as belezas de sua terra, a Paraíba e da capital João Pessoa, bem como de sua gente, mostrando o amor e a diversidade que são características da Juventude. No videoclipe a cantora aparece em meio às belas imagens do centro histórico e até na praia fluvial do Jacaré, no famoso pôr do sol.

“Arteira” e “Buliçosa”, Madu Ayá destaca que compôs a canção em meio à Pandemia da Covid-19, para expressar o amor, um amor atemporal, demonstrado sob diversas perspectivas, num ritmo envolvente de pop com outros gêneros musicais.

Assista ao videoclipe

Sobre a Artista

Madu Ayá. Foto: Reprodução.

Nascida em João Pessoa, a Paraibana é cantora, compositora e instrumentista pela Ordem dos músicos do Brasil (OMB) e União Brasileira de Compositores (UBC). Desde muito cedo Madu já mostrava afabilidade pela música e ,sendo assim,  aos 11 anos,  já tocava violão e dava gênese a sua carreira, compondo seus primeiros versos. Em sua adolescência teve bandas de garagem onde cantava MPB e rock nacional. Em 2017 foi atração autoral do I  Congresso Iberoamericano De Arte, Museus E Inclusão que aconteceu em sua cidade natal. Em 2016 participou do SONORA – Festival Internacional de Compositoras, registrando seu total apoio aos projetos de valorização da Mulher no cenário cultural.

Em 2018 Foi semifinalista do maior festival de música do Brasil, “Festival Nacional da Canção” com música de autoria própria intitulada “Me Tira D’eu” que foi lançada poucos meses após a semifinal. Neste mesmo ano foi uma das atrações do maior bloco pré-carnavalesco de arrasto do mundo (Muriçocas do Miramar) , cantando em um trio elétrico e arrastando cerca de 400 mil foliões na principal avenida da cidade de João Pessoa-PB. Em 2019 foi novamente uma das atrações deste mesmo evento, desta vez em palco principal, onde também se apresentou a cantora Elba Ramalho, homenageada da ocasião.

Lançou o single “Tudo Bem”.  Foi a intérprete da campanha governamental “Meu corpo não é sua folia” que embalou o carnaval paraibano e tomou proporção Nacional por ser uma campanha vanguarda. Neste mesmo ano se apresentou no estádio Almeidão, na cidade de João Pessoa – PB, durante a Copa do Nordeste, sendo transmitida em rede nacional cantando a canção/hino de própria autoria que fez para o time de futebol Botafogo da Paraíba, representando, também, a presença da Mulher no futebol e em todos os meios. Em 2020 lançou o single Atrevida, de sua composição, a canção foi produzida em Minas Gerais e se encontra em todas as plataformas digitais. Lançou “Porcentagem” , canção autoral em parceria com o cantor e compositor Roberto Kuelho.

Em Fevereiro de 2021 Madu Ayá lançou o single “Me Devora na Manha”, composta e produzida durante a pandemia, a canção foge das circunstâncias e apresenta, de forma leve e descontraída, o sentimento atemporal de querer amar. Sob um ritmo dançante, a canção aborda o amor em suas diversas nuances, onde o desejo floresce e a cantora declara “Me devora na manha, me faça acreditar que existe amor em mim”.

Se autodenominando “arteira e buliçosa”, Madu Ayá mescla sua poética ao pop e diversos ritmos, levando seu sotaque paraibano à essência da MPB, numa roupagem moderna e atual.

Redação Gabinete Paraíba

[SERIDÓ] Vereador Jônatas Fontelles solicita da SEJEL programas para Juventude de Frei Martinho

O Vereador do Município de Frei Martinho, Jônatas Fontelles (PSB), esteve nesta quinta-feira (20), cumprindo agenda na capital paraibana, acompanhado da Assessora Técnica da Secretaria de Agricultura do município, Flávia Macêdo.

Vereador Jônatas Fontelles e o Assessor Técnico da Sejel, Wéverton Correia. Foto: Flávia Macêdo/Reprodução.

Na oportunidade, foram recepcionados pelo Assessor Técnico da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer, Wéverton Correia, que ouviu as demandas do município localizado no seridó paraibano e recebeu as solicitações do Vereador.

As principais demandas apresentadas pelo vereador foram na área de esporte e lazer e profissionalização, com a oferta de cursos para a Juventude frei-martinhense.

O representante do Governo do Estado prontamente explicou a Jônatas e a Flávia, que estão previstas para o segundo semestre, várias iniciativas da SEJEL para os jovens paraibanos, com foco para a oferta de cursos em parceria com o sistema “S”.

O servidor ainda destacou que a Secretária Rafaela Camaraense (Cidadania) deseja muito investir no desenvolvimento das políticas públicas para as juventudes do Seridó e Curimataú Paraibano.

Jônatas colocou seu gabinete à disposição para que Frei Martinho esteja sempre nesta parceria com a Secretaria Executiva de Juventude da Paraíba e disse que tem buscado, com bastante diálogo, sensibilizar o poder executivo municipal no sentido de implantar mais políticas para o público jovem de sua cidade.

“Fico feliz em estar aqui trazendo estes pleitos da juventude de Frei Martinho. Os jovens de nosso município sabem que têm espaço conosco e o nosso gabinete está à disposição para parcerias com a SEJEL. Temos conversado bastante com o Prefeito no sentido de ampliar programas voltados para o nosso público juvenil”, afirmou o parlamentar.

Além da agenda com a Secretaria de Juventude, o vereador ainda cumprirá outras agendas na capital em outros órgãos do Governo da Paraíba.

Redação Gabinete Paraíba

[FOGO AMIGO] Pegou mal, pegou muito mal, fala de Alexandre expõe Prefeito e a gestão diante de mais um problema na pandemia

O Vereador Alexandre do Sindicato (PSD), Líder do Governo Bruno Cunha Lima na Câmara Municipal em Campina Grande, conhecido pelos seus posicionamentos políticos polêmicos, além do alinhamento ideológico com o Presidente Bolsonaro, tanto fez que conseguiu ser o assunto mais falado no estado desde o dia de ontem, quando na tribuna da Casa Félix Araújo o mesmo se referiu ao fato de ser avesso a vacinação, ser “negativista” e preferir o tratamento precoce com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada para a Covid, confira a postagem feita pelo Gabinete Paraíba.

“Lamento se a ironia foi mal interpretada”, comentou o Vereador em nota divulgada ainda no dia ontem, para justificar o injustificável, ainda que, segundo ele, “reconhece que o comentário, sem a compreensão do contexto, pode gerar interpretações equivocadas”. 

Acontece que, primeiramente, lamentável é que um Vereador, ainda mais Líder do próprio governo, se utilize de ironias para tratar um assunto tão sério, como a pandemia, após 442 mil mortes em nosso país, com 844 mortes em Campina Grande, além de responsabilizar quem o ouviu pelo conteúdo por ele dito, aonde não cabe interpretações diferentes daquilo que foi claramente falado. Assumir o erro pelo metade, é não assumir as próprias responsabilidades.

O resumo da história é que pegou mal, pegou muito mal para o Vereador, conhecido na legislatura passada como Alexandre de Romero, motivo de orgulho já exposto pelo próprio Vereador, o mesmo acaba mantendo a mesma postura efusiva e muitas vezes questionáveis, com falas absurdas como as de ontem ditas na casa legislativa, para que dessa vez possa também ser reconhecido como Alexandre de Bruno.

No entanto, o Chefe do Executivo municipal, ainda na tarde de ontem, foi a público contrariar o seu próprio líder, na tentativa de amenizar o estrago causado pela fala de Alexandre, afirmando que ela não representava a opinião do Governo e sim apenas do próprio Vereador.

Vereador Alexandre do Sindicato (PSD), Líder do Governo Bruno Cunha Lima na Câmara Municipal. Prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD)

A questão é que para Bruno, também pegou mal, pegou muito mal, numa demonstração clara da falta de alinhamento com a sua base, além de ter que arcar com mais um problema, diante dos vários que estão sendo denunciados sobre a sua gestão durante a pandemia, desde a desorganização no processo de vacinação, enormes filas para atendimento no Pedro I, o número de pessoas vacinadas com CPFs de pessoas falecidas, a disputa com o Governo do Estado sobre os decretos, os questionamentos do Ministério Público sobre o uso de medicamentos não comprovados, entre outros.

Os estrategistas políticos de Bruno estão tendo muito trabalho para conseguir manter uma narrativa convincente de que não há problemas em seu governo, ainda mais quando o fogo parte da sua própria liderança. Caberá a Bruno fazer o cálculo se compensa manter essa mesma herança do Governo Romero ou se definitivamente muda o seu principal interlocutor na Câmara, dando finalmente a sua própria cara a sua bancada, afinal de contas não é mais segredo nos bastidores da política campinense, a insatisfação dos aliados oriundos do antigo Prefeito, que seguem esquecidos na atual gestão.

Redação Gabinete Paraíba

[PSICOLOGIA] 18 de Maio e a Luta Antimanicomial – Por Letícia Melo

O 18 de Maio marca um dia de luta para todas(os) aquelas(es) que reconhecem que a reclusão não é tratamento e a exclusão não é terapêutica. A Luta Antimanicomial trabalha por um atendimento em saúde mental humanizado, focado na integração comunitária, no fortalecimento de vínculos e na promoção da autonomia dos sujeitos.

Lutamos também para desconstruir entendimentos pejorativos sobre a loucura e sobre o sofrimento psíquico. Todos os seres humanos sofrem e todos os seres humanos merecem atenção e cuidados em saúde mental que promovam o seu bem-estar e o seu desenvolvimento.

Há quem pense que essa luta está ganha e esses direitos estão conquistados, mas a realidade do cuidado em saúde mental nos mostra algo diferente.

Cabe não apenas aos profissionais, mas também e igualmente aos usuários dos serviços de atendimento em saúde mental e à toda a comunidade o trabalho pela garantia do atendimento humanizado e promotor de autonomia.

Saúde mental é interesse de todos(as)! A Luta Antimanicomial é por todas(os)!

Imagem Divulgação

Confira também a postagem nas redes sociais:

Dra. Letícia de Mélo Sousa
Psicóloga (CRP/13 – 6856). Doutora e Mestra em Psicologia Social pela UFPB. Professora Adjunta na UNIFACISA
Pesquisadora nas áreas de gênero e sexualidade, violência contra a mulher e violência online.

[SINTAB] Servidores da Saúde de Campina Grande cobram da prefeitura a efetivação dos direitos trabalhistas em ato simbólico na Secretaria de Saúde

Respeitando o distanciamento social e sem provocar aglomerações, o Sintab realizou nesta quarta-feira, dia 19, um ato simbólico na Secretaria de Saúde, junto aos servidores da saúde, cobrando a efetivação do Previne Brasil, o Plano de Cargos da Saúde e dos ACS/ACE, como também a atualização da Data-Base.

O presidente do Sintab Giovanni Freire denunciou a negligência do poder público em efetivar os direitos trabalhistas e elencou o descumprimento dos acordos pela prefeitura. “Chegamos ao mês de maio e a Data-Base não é cumprido; criamos a comissão da Lei do Previne Brasil para a ser enviado à Câmara e nada; a comissão do Plano de Cargos da Saúde foi desativada; enquanto que o Plano de Cargos dos ACS/ACE está congelada desde 2016, sem nenhum avanço”, explicou Giovanni.

Os servidores da saúde estão na linha de frente do combate à Covid-19, correndo o risco de vida e de serem contaminados, não obstante todo esse contexto, ainda há descaso com as condições de trabalho, que mesmo com os recursos recebidos do governo federal, foram entregues EPIs (equipamentos de proteção individual) sem qualidade. “Por respeito a população, deveríamos estar em greve nesse momento. Motivos não faltam aos servidores da saúde”, concluiu Giovanni.

Napoleão Maracajá lembrou que os servidores de Campina Grande estão a 3 anos sem reajuste e criticou a falta de sensibilidade da atual gestão que não conversa e não dialoga com a sociedade, com os servidores e com o sindicato. “Há mais de 1 ano as crianças pobres desta cidade estão sem receber merenda e não há uma única fala do prefeito nesse sentido”, criticou Napoleão.

O ato simbólico contou com a presença de poucos servidores convidados pelo sindicato para participar da ação. Foram respeitados os protocolos de distanciamento social, além do uso obrigatório de máscaras e álcool-em-gel. Para mais informações, entre em contato pelo fone (83) 3341-3178.

Confira imagens do ato:

Redação Gabinete Paraíba com ASCOM / SINTAB

[DIREITOS] Conselho Estadual de Direitos Humanos representará a Paraíba no STF na luta contra despejos e ex-candidato a Prefeito de CG fará sustentação oral

O Ministro Luís Roberto Barroso deferiu o ingresso do Conselho Estadual dos Direitos Humanos da Paraíba (CEDH/PB) como “Amicus Curiae”, na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) nº 828, ajuizada pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), que pede suspensão de despejos durante a pandemia!

Isso significa que o Conselho fará uma sustentação oral no pleno do Supremo Tribunal Federal (STF) e apresentará argumentos e teses jurídicas pelo direito à moradia, contra a remoção de pessoas em situação de vulnerabilidade social e que vivem em áreas de conflitos possessórios no campo e na cidade.

A tarefa de fazer a sustentação oral no plenário do STF, ficou a cargo de Olímpio Rocha, Advogado, Presidente do CEDH/PB e ex-candidato a Prefeitura de Campina Grande pelo PSOL, segundo Olímpio, “será realmente uma honra falar à Corte máxima do país sobre a necessidade de garantir o mínimo vital para quem sequer tem onde morar nesse momento em que o genocida que nos desgoverna absolutamente nada faz pela vida dos brasileiros e das brasileiras!”

Na petição de ingresso, o CEDH/PB apresentou casos que estão ocorrendo na Paraíba, como a Ocupação Luiz Gomes, de Campina Grande, a Ocupação do Conjunto dos Sapateiros, em Patos, a Ocupação do Mutirão, em Bayeux, o caso do Assentamento Xique Xique, em Monteiro, entre outras ocupações que, juntas, têm mais de 1.000 pessoas no estado, ora ameaçadas de viverem à míngua, no olho da rua, em pena pandemia.

Agora, o Ministro Barroso, relator da ADPF, irá analisar a cautelar e, posteriormente, marcará sessão de julgamento, que terá, além do PSOL, autor da ação, e o CEDH/PB, a sustentação oral de várias entidades historicamente reconhecidas na luta pelos Direitos Humanos no Brasil, também admitidas na qualidade de Amicus Curiae (“amigas da corte”), como a Terra de Direitos, o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia, o Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico, o Partido dos Trabalhadores, entre outras instituições que têm participado ativamente da campanha Despejo Zero!

Antes, o CEDH/PB já tinha apresentado a Recomendação nº 002/2021 ao Tribunal de Justiça da Paraíba, que redundou em decisão da Corregedoria para que os juízes do Estado adotem a Recomendação nº 90, do Conselho Nacional de Justiça, e a Recomendação nº 10, do Conselho Nacional de Direitos Humanos, que determinam cautela redobrada antes da concessão de liminares em reintegrações de posse, justamente levando em consideração o momento de pandemia, que tem afetado milhares de pessoas sem acesso à moradia país afora!

Olímpio Rocha divulgou em suas redes sociais o direito conquistado pelo Conselho Estadual de Direitos Humanos, confira:

Redação Gabinete Paraíba com ASCOM / Olímpio Rocha

Vereadora Jô Oliveira se reúne com secretário da Seplan e dialoga sobre projetos para CG

Na tarde da última quarta-feira (19), a vereadora Jô Oliveira (PCdoB), se reuniu com o Secretário Municipal de Planejamento, Gestão e Transparência de Campina Grande (Seplan), Felix Araújo Neto, e também com o secretário executivo da pasta, Túlio Duda Paz, onde dialogou sobre alguns projetos que estão sendo pensados para a cidade, a exemplo do Parque Linear do Dinamérica.

Durante a conversa, a vereadora pode debater com técnicos da Seplan e também conhecer o Observatório de Gestão, uma ferramenta que busca fazer um acompanhamento da realização das metas definidas pela gestão pública municipal.

Representantes do movimento de skatistas de Campina Grande também acompanharam a vereadora Jô Oliveira na reunião, e conversaram sobre alterações nas pistas de skate que estão sendo planejadas para o Parque Linear do Dinamérica e também sobre a necessidade de ajustes para outras pistas localizadas em parques de Campina Grande. Assim, a secretaria pode ouvir a sugestão dos skatistas e avaliar a possibilidade dessas alterações.

A vereadora ainda pode dialogar sobre a revisão do Plano Diretor, uma importante ferramenta que traz um planejamento para o município de Campina Grande pelos próximos 10 anos.Segundo Jô Oliveira, momentos como esses são importantes para o seu trabalho legislativo, que está sempre se pautando no diálogo e na construção coletiva.

““A gente acredita no poder do diálogo, e essa reunião na Seplan é parte disso. Pudemos conhecer o que vem sendo planejado pela secretaria e sugerir algumas melhorias com base na nossa vivência sobre o dia a dia da cidade e também intermediar esse diálogo da secretária com a população, no caso específico, com skatistas do município”, destacou.”

Confira as imagens do encontro:

Redação Gabinete Paraíba com ASCOM / Jô Oliveira