[REPÚDIO] EM ENTREVISTA, ANA CLAÚDIA REPUDIA AÇÃO DA PREFEITURA CONTRA MOVIMENTO DE OCUPAÇÃO NA COZINHA COMUNITÁRIA DO JEREMIAS

Em entrevista concedida na manhã dessa quarta-feira (26), na rádio Correio FM, ao jornalista Márcio Rangel, a Secretária de Desenvolvimento e Articulação Municipal do Estado, Ana Claúdia Vital, repudiou ação de funcionários da Prefeitura de Campina Grande e criticou o Prefeiro Bruno Cunha Lima, que na última terça-feira ondernou que esses funcionários invadissem a ocupação da Cozinha Comunitária do Jeremias e tentaram expulsar moradores que desde o mês de abril estão ocupando o espaço e servindo alimentação a comunidade.

Ana Claúdia Vital, Secretária do Desenvolvimento e Articulação Municipal da Paraíba

A Secretária inicialmente criticou a ausência de uma política de segurança alimentar na gestão municipal do Prefeito Bruno, na qual ela denominou como uma falta de competência, incapacidade e de sensibilidade por parte do gestor com a população em alto grau de vulnerabilidade social, cartilha essa seguida em continuidade ao pensamento do seu mentor, o ex-prefeito Romero Rodrigues. Ana Cláudia citou como exemplo em sentido contrário, a gestão do Prefeito Cícero Lucena, na capital, onde o mesmo está ampliando o número de restaurantes populares por toda cidade, exemplo esse que não é seguido em Campina Grande.

Segundo ela, diante dessa ausência do poder público municipal, a própria população tomou a iniciativa de reabrir a Cozinha Comunitária do Jeremias, onde esse trabalho coletivo tem servido para minimizar a fome dos moradores de toda aquela região, e que ao invés de atender as demandas do movimento, a Prefeitura enviou servidores que tentaram, por mais uma vez, finalizar as atividades que ocorrem naquele local e que deveriam ser realizadas pela própria gestão.

Ana Cláudia questionou qual a visão do Prefeito Bruno Cunha Lima em relação a população carente do município, segundo ela, “É algo que nos chama atenção e nos faz perguntar o porquê desse olhar diferenciado com a população que está passando fome na nossa cidade. Minha gente, isso é muito sério! A gente precisa se atentar para isso!”.

Além disso, a Secretária enfatizou que se não fosse a ação do Governo do Estado na cidade, onde através do Restaurante Popular e do Programa Prato Cheio, que juntos servem uma média diária de 2500 refeições, a população de Campina Grande estaria em uma situação de maior gravidade, pela falta de iniciativa da gestão municipal.

Por fim, Ana Claúdia informou que o estado está finalizando os últimos processos burocráticos para dar inicio a implantação do novo Restaurante Popular estadual, que será localizado na zona Oeste da cidade e que é fruto de uma iniciativa do Senador Veneziano Vital, que destinou 1,6 milhão em emendas para esse novo projeto.

Redação Gabinete Paraíba