Articulação de Juventude Camponesa beneficia jovens de vários municípios da PB com aulas pré-ENEM

A Articulação de Juventude Camponesa (AJC) está com incrições abertas até o dia 30 de junho, para o cursinho beneficente pré-ENEM.

Divulgação. Foto: AJC/Reprodução.

O movimento já inscreveu mais de 70 jovens de vários municípios e assentamentos, como: Alhandra, Alagoa Nova, Conde, Caaporã, Cruz do Espírito Santo, Curral de Cima, Jacaraú, Riachão do Poço, Rio Tinto, Marcação, Bahia da Traição, Pedras de Fogo, Sapé, Sobrado, São Miguel de Taipu, Mogeiro, Caldas Brandão, Santa Rita e Mamanguape.

Participam do projeto popular, cerca de 20 professores voluntários, de diversas regiões da Paraíba.

As inscrições para o cursinho são gratuitas e estão disponíveis através do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfANIpxu46hxJXtBChq0SoaTBvUjawNVRkJ-F4oD9QqNLhdsg/viewform.

Um dos professores e ex-Coordenador de Juventude do município de Conde, Alex Santos, enfatizou o objetivo do projeto e fez um convite aos jovens do campo.

“O projeto do curso pré-vestibular é extremamente importante para a juventude do campo. As inscrições estão a todo o vapor! Queremos ver nossa juventude camponesa ocupando cada vez mais vagas nas Universidades. Além da juventude do campo, temos jovens de vários povos de comunidades tradicionais, como os quilombolas, indígenas e assentados. Convidamos aos que ainda não se inscreveram, para que venham estudar conosco. Já dizia Paulo Freire, ‘É impossível existir sem sonhos’. Venha sonhar com a gente!”, destacou o educador.

Educador Popular, Alex Santos.
Foto: Reprodução.

SOBRE A AJC

AJC. Foto: Reprodução.

A Articulação da Juventude Camponesa é um movimento de jovens rurais que atua em prol das políticas públicas para juventude na zona da mata paraibana, com foco para o Vale do Mamanguape, Litoral Norte e Sul, a Várzea e o Agreste da Paraíba.

Redação Gabinete Paraíba

Governo do Estado lança programa Paraíba Mais Sustentável, com investimentos de mais de 5 milhões e benefícios para 72 municípios

O Governador João Azevêdo lançou na manhã dessa terça-feira (15), em solenidade realizada de forma virtual, o Programa Paraíba Mais Sustentável, que tem como objetivo dar fim aos lixões na Paraíba. A solenidade contou com a participação da Secretaria de Desenvolvimento e Articulação Municipal, Ana Claúdia Vital, do Secretário Executivo da SEDAM, Galego do Leite, do Presidente da FAMUP, George Coelho, do Promotor do Ministério Público da Paraíba, Raniere Dantas, demais auxiliares do Governo, autoridades e gestores e gestoras dos municípios paraibanos.

Live de Lançamento do Programa Paraíba Mais Sustentável

O Programa Paraíba Mais Sustentável, é uma iniciativa do Governo do Estado através da SEDAM, em parceria com a FAMUP e MPPB. Nessa primeira etapa serão investidos pouco mais de 5 milhões de reais, na construção de 16 galpões para a coleta e triagem de resíduos sólidos urbanos, beneficiando ao todo 72 municípios. O programa visa também a parceria e o trabalho das prefeituras na criação e consolidação de Associações de Catadores de Materiais Recicláveis, gerando emprego, renda e dignidade para essas pessoas.

Já em outra frente, o programa busca incentivar a implementação da educação ambiental nos municípios, a coleta seletiva de lixo, além de outras iniciativas.

A Secretária Ana Claúdia Vital foi a responsável pela exposição do projeto, detalhando a criação da proposta, o cronograma de trabalho, seus benefícios, a participação, funções e obrigações de cada ente envolvido. Ana Claúdia ainda agradeceu ao Ministério Público pela parceria e iniciativa da proposta, a FAMUP pela participação e ajuda na articulação junto aos municípios, ao Governador João Azevêdo pela sensibilidade em abraçar esse projeto, que segundo ela, é um sonho antigo e um trabalho de anos, desde quando esteve a frente da FUNASA e João Azevêdo, naquele período, era Secretário Estadual.

Secretária Ana Claúdia Vital – Secretaria do Desenvolvimento e Articulação Municipal

Confira a lista dos municípios beneficiados com o projeto Paraíba Mais Sustentável:

Unidade 1:

Malta
São José de Espinhares
Cacimba de Areia
Quixaba

Unidade 2:

Pocinhos
Areial
Puxinanã

Unidade 3:

Mari
Sobrado
Riacho do Poço
Caldas Brandão

Unidade 4:

Serra Branca
São J. Cordeiros
Coxixola
Parari
São João do Cariri
Gurjão

Unidade 5:

Sumé
Amparo
Prata
Ouro Velho

Unidade 6:

Taperoá
Assunção
Livramento
Salgadinho
Santo André

Unidade 7:

Picuí
Baraúnas
Sossego
Frei Martinho
Nova Palmeira
Pedra Lavrada

Unidade 8:

Princesa Isabel
Juru
Tavares

Unidade 9:

Lagoa de Dentro
Jacaraú
Pedro Régis
Duas Estradas
Serra da Raiz

Unidade 10:

Barra de São Miguel
Alcantil
Caraúbas
Congo
Riacho de Santo Antônio

Unidade 11:

Juazeirinho
Cubati
Olivedos
Tenório
São V. Seridó
Junco do Seridó

Unidade 12:

Remígio
Areia
Algodão de Jandaíra
Arara

Unidade 13:

Caaporã
Alhandra
Pitimbu

Unidade 14:

Boqueirão
Cabaceiras
Queimadas

Unidade 15:

Ingá
Riachão do Bacamarte
Itatuba
Serra Redonda
Mogeiro
Salgado de São Félix

Unidade 16:

Pedras de Fogo
Itabaiana
Pilar
São Miguel Taipu
S. José Ramos

Redação Gabinete Paraíba

Atleta de São Bento, Silvana Fernandes conquista ouro em competição no Líbano

A atleta paralímpica da Paraíba Silvana Fernandes conquistou, nesta terça-feira (15), o primeiro lugar no Open de Para-Taekwondo, no Líbano. Ela, que é patrocinada pelo Governo do Estado por meio do programa Bolsa-Esporte, há duas semanas, já tinha ganhado a medalha de ouro no Para-Pan Americano da modalidade, no México, e se prepara para os Jogos Paralímpicos, de Tóquio, que ocorrerão a partir de 24 de agosto.

Silvana Fernandes. Foto: Reprodução.

O presidente da Federação Pariabana de Taekwondo Olímpico, Tomaz Azevedo, destacou o feito.

“Em duas semanas, Silvana conseguiu conquistar o primeiro lugar em duas competições importantíssimas em nível mundial, que foi no México e agora, no Líbano. Sua meta agora é chegar bem em Tóquio para que possa trazer uma medalha nos Jogos Paralímpicos”, disse o Mestre Tomaz, que também é professor da modalidade.

O secretário executivo de Esporte e Lazer, José Marco, parabenizou Silvana, e frisou a importância do Bolsa-Esporte.

“De parabéns essa jovem, que é Silvana, porque continua dia após dia trazendo alegria para a Paraíba com resultados importantíssimos, como este agora, no continente asiático. É por isso que o Governo do Estado tem o compromisso com os atletas, paratletas e técnicos paraibanos com o Bolsa-Esporte, que é esse apoio financeiro e no intuito de incentivá-los e custear os treinos e também várias outras despesas que eles na carreira de desportistas e para-desportistas, possuem”, frisou.

Fonte: Governo da Paraíba

Uma borboleta me ensinou…

Por Wéverton Correia

Hoje, terça-feira, 15 de junho, embarquei no ônibus 510, bem cedinho, num trajeto do centro da cidade de João Pessoa com direção ao bairro do Bessa, onde fica a casa de uma de minhas tias.

Ônibus 510. Foto: Thalison Santos/Reprodução.

Como de costume, gosto sempre de levar algum livro comigo, para ler durante a “viagem”. Na ocasião, eu lia uma obra sobre folclore político e me divertia com as estórias engraçadas ali contadas, pelo jornalista e político paraibano, Severino Ramalho Leite.

Além de mim, subiu naquele mesmo coletivo, um homem de aproximadamente uns 50 anos, era um cadeirante.

Eu tentava ler o livro, mas era atraído pelos movimentos circulares que aquele senhor fazia com seus braços, na sua cadeira de rodas. Estava se alongando, muito provavelmente.

Cadeirante. Foto: Reprodução.

Passei a observar atento. Vi que o mesmo não tinha as duas pernas. Possuía, contudo, uma bolsa nas costas de sua cadeira, com algo que parecia uma raquete de tênis.

Perto de sua parada, já próximo ao Mercado de Artesanato de Tambaú, o homem preparava-se para descer, enquanto o motorista mexia no elevador do ônibus; neste instante, uma Borboleta Monarca, muito bonita, entrou pela porta e pousou exatamente onde o cadeirante estava, antes de descer.

As borboletas sempre me ensinam muito, acerca da existência. É um dos seres mais lindos e fascinantes. Como eu acredito que nada é por acaso, senti que naquele momento, Deus (ou a vida, como queira entender), estava me oferecendo mais uma oportunidade para aprender.

Quando o homem finalmente desceu, por um lado, a borboleta se foi pela janela do outro. Naquele momento eu fiquei pensativo.

A vida é feita de muitos obstáculos, muitas dificuldades, muitos desafios que batem à nossa porta cotidianamente. Para algumas pessoas pode ser no campo do trabalho, das finanças, nos relacionamentos; para outras na saúde, na perda de um ente querido para o coronavírus ou mesmo, uma deficiência.

O cadeirante no ônibus, apesar de sua limitação física, alongava-se, mexia os braços parecendo querer voar, meio que dançava na cadeira e realmente estava ouvindo uma música muito envolvente, em seus fones de ouvido. Levava a raquete, talvez estava ali, diante de mim, um paratleta. Não sei exatamente.

Qual circunstância levou aquele homem a tornar-se uma pessoa com deficiência? Esta é, certamente, a pergunta que nos vem, inicialmente, à cabeça, assim como a pergunta de como nos encontramos em determinada situação conflituosa de nossa vida.

Eu não sei o que levou aquele homem a ser um cadeirante, mas uma coisa esta experiência me ensinou: como uma borboleta, aquele senhor aprendeu a superar seu casulo, as dificuldades que o paralisavam e decidiu passar por uma transformação em sua vida.

Aquela borboleta veio para me fazer enxergar que a verdadeira deficiência está em mim, no medo dos desafios e obstáculos, que me assolam, mas ao mesmo tempo, mostrou-me o poder da transformação e da superação das dificuldades que tenho vivido e que você, também têm passado, ainda mais neste momento pandêmico. Esteja pronto. O sinal que você procura está a um passo à frente, ou simplesmente em uma rápida olhada pela janela do ônibus da vida.