Estrela do Voleibol Mundial, Zé Marco elogia garotos paraibanos pelo Bronze nos JEBs no RJ

O Secretário de Esporte e Lazer do Governo da Paraíba, José Marco, que é Tricampeão Mundial (1996/1997/2000) e Medalhista Olímpico (Prata – Sydney 2000), utilizou seu instagram nesta quinta-feira (04), para parabenizar os atletas paraibanos do vôlei de praia, que conquistaram a medalha de Bronze nos Jogos Escolares Brasileiros no Rio de Janeiro (JEBs), após terem batido o Espírito Santo por 2 sets a 0.

Zé Marco e Rafael Andrade. Foto: Ascom.

“Parabéns Rafael e Lucas pela medalha de Bronze no Vôlei de Praia! A Paraíba agradece”, postou o gestor.

Zé Marco, acompanhado do ex-jogador da Seleção Paraibana de Voleibol, Harlen Vilarim e do treinador da dupla, Danilo Rocha, já havia se reunido com os atletas na tarde de ontem (03).

Zé Marco, Rafael e Harlen Vilarim.
Foto: Harlen Vilarim.

Na oportunidade ele – que compõe o Hall da Fama do Vôlei Mundial – incentivou os garotos para o jogo de hoje.

Parece que o incentivo deu certo, hein? Viva o Voleibol da Paraíba!

Redação Gabinete Paraíba

Vôlei de Praia Masculino da PB conquista Bronze nos JEBs 2021

O nome da dupla é Rafael Andrade e Lucas Accioly. Os garotos – que são atletas do Colégio Marista Pio X e treinados pelo Professor Danilo Rocha – garantiram na edição 2021 dos Jogos Escolares Brasileiros (JEB’S), a medalha de Bronze na modalidade do Vôlei de Praia Masculino.

Rafael, Danilo e Lucas. Foto: Wéverton Correia.

A partida aconteceu nesta quinta (04) contra os atletas do Espírito Santo e teve parciais de 21 a 15 e 21 a 03, contabilizando 02 sets a 00 para a Paraíba. Os atletas ainda fizeram 15 pontos em aces e confirmaram mais uma vez a tradição do voleibol paraibano.

PARAÍBA NOS JEB’S 2021

A Paraíba já conta com 11 medalhas nas modalidades da Luta Olímpica, Karatê, Judô, Natação e agora o Vôlei de Praia. Ainda nesta quinta-feira, a delegação do estado disputa a final do Basquete e o 3° e 4° lugar do Voleibol de Quadra.

Redação Gabinete Paraíba

Filha do cantor Belchior concede entrevista ao Fala Juventude nessa quarta-feira

O programa “mais jovem do rádio paraibano”, o Fala Juventude da Rádio Tabajara FM, entrevista nessa quarta-feira (27), a cantora e filha caçula do cantor e compositor Belchior, Vannick Belchior.

Fala Juventude

O programa será realizado em homenagem aos 75 anos do cantor cearense, comemorados nesta terça (26). A artista contará um pouco da história de Belchior, da sua trajetória e dos planos futuros para a carreira artística.

Vannick é a única filha nordestina do artista e tem seguido os mesmos passos de seu pai – em suas palavras – “resgatando as memórias, a musicalidade e o amor”, através do projeto “Das coisas que aprendi nos discos”, no qual tem cantado em diversos lugares do Brasil, as músicas de seu “coroa” que marcaram a vida de tanta gente e a própria história do país.

Vannick Belchior. Foto: Reprodução.

O programa vai ao ar às 18h, através da 105,5 FM, com apresentação de Wéverton Correia, Jônatas Castro, Denise Miranda e trabalhos técnicos de Ivan Machado. A transmissão também é feita pelo aplicativo e pelo site da Rádio: radiotabajara.pb.gov.br e também por meio do aplicativo Rádios Net.

Redação Gabinete Paraíba

A RESISTÊNCIA ABRE CAMINHOS NA LUTA CONTRA A PEC DO CALOTE NO PRECATÓRIO DO FUNDEF

Ação da Frente Norte-Nordeste na Câmara Federal arranca encontro com o relator da PEC 23, governo federal e deputados federais na próxima terça-feira (26/10) sob a liderança do professor Anízio Melo, coordenador-geral da Frente Norte-Nordeste, e de Giovanni Freire, presidente do Sintab.

Foram três dias de sol, chuva, manifestações e muita espera, que é a característica da luta pelos precatórios do Fundef onde era impossível, pois no início não havia nenhum centavo para educação e seus profissionais.

Foi a luta da Frente Norte-Nordeste que evitou o desvio, o roubo e a desvinculação dos recursos dos precatórios do Fundef. Nas ruas e na justiça conquistamos a obrigação dos governos vincularem cerca de 90 bilhões para a educação. Nossa luta permanece para que as duas sub-vinculações, 40% para a manutenção e desenvolvimento do ensino e 60% para magistério, sejam respeitadas.

Os três dias de luta (19, 20 e 21/10) dentro e fora da Câmara Federal, com apoio dos deputados Idilvan Alencar (CE), Perpétua Almeida (AC), Guimarães (CE), Enio Verri (PR), Daniel Almeida (BA), Orlando Silva (SP) e outros, nos trouxeram a certeza da necessidade de acreditar e lutar até o final.

Na seção da comissão especial dos precatórios resistimos, manifestamos, fomos ameaçados, continuamos a luta e arrancamos um espaço de negociação direta com o relator Hugo Mota (PB) e o governo federal com participação do deputado Bira do Pindaré (MA) e outros parlamentares federais.

O professor Anízio Melo ainda abordou e dialogou com o presidente da Câmara Federal, Artur Lira (AL), cobrando respeito ao direito da educação e seus profissionais receberem os precatórios do Fundef.

Não aceitamos que nenhum centavo da educação seja desviado ou desvinculado.

Precatórios do Fundef, calote não!

#BRASÍLIA: NO DIA NACIONAL DOS AGENTES DE SAÚDE, SINTAB PARTICIPA DE MOBILIZAÇÃO PELA APROVAÇÃO DO REAJUSTE DO PISO DA CATEGORIA

Em Brasília para mais uma série de atividades em defesa dos servidores públicos, a diretoria do Sintab participou nesta segunda-feira, 04, no Dia Nacional dos Agentes de Saúde ACS e ACE, de mobilização em frente ao Anexo IV da Câmara dos Deputados, pela derrubada do Veto 44 e a aprovação da PEC-22.

O Veto 44 item 5 trata-se de um veto à emenda na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO 2022) que prevê recursos para um eventual reajuste no piso salarial dos ACS e ACE, proposto na PEC-22. O ato foi organizado pela CONACS – Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde – e começou pela manhã, com a categoria reunida em preparação para reunião com a Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Agentes de Saúde.

A pauta do encontro era para tratar de dois assuntos: a) o apensamento – termo jurídico que unifica duas ou mais propostas – da PEC-14, que concede aposentadoria especial à categoria, com a PEC-22; b) apoio à derrubada do Veto 44. Presidido pelo vice-presidente da Câmara dos Deputados Marcelo Ramos (PL-AM), a sessão especial recebeu uma Comissão de Agentes de Saúde e garantiu apoio à derrubada do Veto 44; assim como, garantiu também, em articulação com o presidente da Casa Arthur Lira, a importância de pautar o apensamento da PEC-14 com a PEC-22.

O presidente do Sintab Giovanni Freire afirmou, em discurso, se tratar de um dia histórico. “Estamos aqui para comemorar e relembrar o passado, mas também de construir o futuro. Não há vitória sem sacrifício”, disse ele. “Não podemos retroceder ao que já vivemos, que foi o congelamento do reajuste do piso nacional. E a única forma de garantir isso é na luta!”, explicou.

A presidente da CONACS, Ilda Angélica, parabenizou toda a categoria e em mensagem enviada para os agentes da saúde na Paraíba, disse que: “estamos aqui para reinvidicar o andamento das nossas pautas e vamos conseguir mais avanços, porque temos uma união forte, mobilizada e organizada em todo o país. E isso faz a diferença nas bases e aqui no Congresso”, explicou.

A diretoria do Sintab fica em Brasília até a próxima quinta-feira, dia 07. Nos próximos dias serão realizadas ações contra a PEC-32, também conhecida como Reforma Administrativa, que tem o objetivo de destruir a entrada e as relações de trabalho no serviço público. Para mais informações, entre em contato pelo fone (83) 3341-3178 ou através das redes sociais do Sintab no Facebook e Instagram.

Assessoria Sintab

Paraibano Jônatas Castro é o novo Treinador da Seleção Brasileira Feminina de Goalball

O professor de educação física e coordenador do programa Paraíba Paralímpica, da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer do Governo do Estado (SEJEL) é o novo Treinador da Seleção Brasileira Feminina de Goalball e fica no lugar do ex-treinador Dailton Nascimento.

Jônatas Castro. Foto: CBDV.

O paraibano, que estava auxiliar técnico da seleção desde o ano de 2014, foi convidado para assumir o comando da equipe do Brasil, logo após as Paralimpíadas de Tóquio, na qual a equipe ficou na quarta colocação.

Castro tem uma dupla missão neste momento: preparar as paratletas brasileiras para o Campeonato das Américas (a equipe feminina é a atual vice-campeã do torneio), no estado de São Paulo, em fevereiro do próximo ano, bem como para as Paralimpíadas de Paris em 2024.

“O primeiro desafio é manter a competitividade da Seleção. Os Jogos de Tóquio mostraram que todas as seleções evoluíram em todos os aspectos, por isso, precisamos avançar para manter essa competitividade. Mas o grande desafio vai além disso. Herdar uma Seleção com as qualidades do Brasil é muito bom, mas também muito desafiador para poder avançar ao próximo patamar que merecemos e que faltou tão pouco, que é conquistar uma medalha paralímpica”, enfatizou.

O professor Jônatas já está montando sua equipe de auxiliares e convidou o técnico do Cetefe, do Distrito Federal, Gabriel Goulart Siqueira, para a função que exercia, de auxiliar técnico. Marcio Rafael da Silva, que treina o time do IRM, de Londrina vem também para somar na nova comissão técnica. Ele irá substituir Roger Scherer na preparação física da equipe feminina do Brasil. Já para as vagas da psicóloga Thereza Xavier e a nutricionista Monique Moreira (ambas deixaram a Seleção após as Paralimpíadas), ainda não há definição dos nomes.

SOBRE O NOVO TREINADOR DA SELEÇÃO

Jônatas Castro e as atletas paralímpicas do Brasil.
Foto: CBDV.

Criado em Paulista, cidade com cerca de 12 mil habitantes, localizada no sertão paraibano a 310 km da capital João Pessoa, Jônatas iniciou sua trajetória no paradesporto ainda quando cursava educação física, em 2004, como voluntário no Instituto dos Cegos de Campina Grande. Lá, conheceu o futebol de 5, atletismo e goalball. Prontamente, assumiu como treinador de goalball da instituição. Ainda em 2004, participou de um curso de arbitragem da modalidade. Apitou em competições nacionais e internacionais até 2008, época em que já atuava como voluntário da Apace-PB ao lado de Dailton Nascimento, com quem repetiria a dupla posteriormente na Seleção a partir de 2014. Atualmente é Coordenador do Programa Paraíba Paralímpica do Governo do Estado da Paraíba e apresenta também o programa de Rádio “Fala Juventude”, na Rádio Tabajara FM.

SOBRE O GOALBALL

Seleção Brasileira de Goalball. Foto: CBDV.

Ao contrário de outras modalidades paralímpicas, o goalball foi desenvolvido exclusivamente para pessoas com deficiência visual. A quadra tem as mesmas dimensões das de vôlei (9m de largura por 18m de comprimento). As partidas são realizadas em dois tempos de 12 minutos, com 3 minutos de intervalo. Cada equipe conta com três jogadores titulares e três reservas. De cada lado da quadra, há um gol com 9m de largura e 1,30m de altura. Os atletas são, ao mesmo tempo, arremessadores e defensores. O arremesso deve ser rasteiro ou tocar pelo menos uma vez nas áreas obrigatórias. O objetivo é balançar a rede adversária.

A bola tem um guizo em seu interior para que os jogadores saibam sua direção. O goalball é um esporte baseado nas percepções tátil e auditiva, por isso não pode haver barulho no ginásio durante a partida, exceto no momento entre o gol e o reinício do jogo e nas paradas oficiais. A bola tem 76 cm de diâmetro e pesa 1,25 kg.

O jogo é dividido em dois tempos de 12 minutos cada, com três minutos de intervalo. Todos os jogadores exercem, ao mesmo tempo, as funções de ataque e defesa. Há um guizo no interior da bola para emitir sons. Nesta modalidade, os atletas deficientes visuais das classes B1, B2 e B3 competem juntos. Todas as classificações são realizadas por meio da mensuração do melhor olho e da possibilidade máxima de correção do problema. Todos os atletas, independente do nível de perda visual, utilizam uma venda durante as competições para que todos possam competir em condições de igualdade.


Redação Gabinete Paraíba com informações de Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV).

Presidente do Conselho Nacional de Juventude elogia Rafaela Camaraense: ‘Grande admiração’

Na noite desta sexta-feira (24), o Presidente do Conselho Nacional de Juventude, Marcus Barão, utilizou o seu instagram para mencionar o êxito da parceria entre a sua gestão no CONJUVE e a gestão da Secretária de Juventude do Governo da Paraíba, Rafaela Camaraense.

Marcus Barão e Rafaela Camaraense.
Foto: Reprodução.

No story, Barão, que também é Embaixador Ubuntu Nações Unidas, repostou a foto com a gestora paraibana e declarou que mantém uma grande admiração pelo modo como a mesma administra a política de Juventude na Paraíba.

“Parceria que faz a diferença. Grande admiração pelo trabalho que a Secretária Rafaela Camaraense desenvolve com as juventudes na Paraíba. Pode contar com o Conjuve”, declarou.

A Secretária, por sua vez, já havia declarado a importância da parceria com Marcus através do Conselho Nacional, que levou muitos benefícios para o estado.

“Com o querido Marcus Barão, Presidente do CONJUVE. Parceria importante que levou benefícios para a Paraíba, gratidão, meu amigo!”, postou a gestora.

Ambos participaram do Encontro de Gestores Estaduais de Juventude do Nordeste, que aconteceu no Palácio dos Leões, entre os dias 23 e 24 de setembro, na cidade de São Luís, capital Maranhense.

O encontro formalizou a criação do Fórum dos Gestores Estaduais de Políticas Públicas para a Juventude do Nordeste, além de uma agenda em comum dos estados na política de Juventude e a confecção de uma Carta para ser entregue aos Governadores do Consórcio Nordeste.

Sobre a Parceria dos Estados com o CONJUVE

Entre 2020 e 2021, o Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE) realizou parcerias com os estados brasileiros, na promoção e pactuação de importantes iniciativas como a realização do Curso Juventude Empreendedora, que atendeu mais de 36 mil jovens do Brasil e foi ministrado pela Agência Besouro de Fomento Social, tendo sido realizado em diversos países lusófonos, através do Fórum de Juventude da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), também presidido por Marcus Barão, além das duas etapas da Pesquisa Juventudes e a Pandemia do Coronavírus (Covid-19), o Festival Atlas da Juventude e o Agosto Jovem. A Paraíba foi um dos estados beneficiários e que pactuou as ações com o Conselho.

Redação Gabinete Paraíba

Com cunhado na Sudene, Pedro Cunha Lima critica decisão do PSDB de se colocar como oposição a Bolsonaro

Em entrevista a imprensa nacional, o presidente do Instituto Teotônio Vilela, o deputado tucano Pedro Cunha Lima (PB), disse não concordar com a decisão da Executiva Nacional do PSDB de se colocar formalmente como oposição a Jair Bolsonaro. Pedro tem a indicação do cunhado, Evaldo Cavalcanti da Cruz Neto, na Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

Em entrevista à Rádio Correio FM, Cunha Lima afirmou que tem um posicionamento de criticar o que vê que está errado, mas de apoiar o que acredita que faz bem ao Brasil, informa o Painel da Folha de S.Paulo.

Sobre a indicação do seu cunhado, o deputado federal paraibano afirmou saber “que existe uma fiscalização, uma crítica muito grande a uma cultura no Brasil de preenchimento de cargos em troca de apoio político. Na conversa com o próprio ministro, foi o ministro que veio me perguntar se havia alguma indicação, isso ficou muito claro que nossa independência está mantida. Essa foi uma indicação feita por mim a partir de um contato feito pelo ministro, General Ramos. É um cargo que compete à Presidência da República.”

Pedro Cunha Lima também lembrou que já havia feito indicação política e que houve retaliação por causa de sua “independência”. “Não é a primeira vez que faço indicação política. Lá atrás já fiz indicação de um professor de Direito Ambiental para o Ibama, que é em um momento seguinte foi exonerado por conta da independência que a gente mantém, independentemente de cargo”, lembrou.

Evaldo Cavalcanti da Cruz Neto é neto do ex-prefeito de Campina Grande, Evaldo Cavalcanti da Cruz. O genro de Cássio atuava antes da indicação como consultor na área de direito administrativo. Cássio Cunha Lima já foi superintendente da Sudene durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.

Aprovado Projeto de Veneziano que proíbe cobrança de taxas diferenciadas por cursos, em seleções e vestibulares

A Comissão de Assuntos Econômicos – CAE aprovou nesta terça-feira (14) o Projeto de Lei nº 1945/2019, do vice-presidente do Senado Federal, Senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) que proíbe a cobrança de taxas diferenciadas por curso, nos processos seletivos das Instituições de Ensino Superior. A proposta altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

Senador Veneziano Vital

Segundo Veneziano, a cobrança de taxas diferenciadas nos vestibulares de cursos mais concorridos, como Medicina, por exemplo, tem sido uma prática adotada por diversas instituições de ensino superior, sobretudo do setor privado. “Essa diferenciação não se justifica, pois as provas aplicadas aos candidatos são da mesma natureza acadêmica das provas aplicadas àqueles que concorrem a vagas em outros cursos e correspondem simplesmente a exames enfocando os conteúdos da educação básica, além da redação”.

A proposta de Veneziano deixa de fora casos em que, além da prova habitual, exista a necessidade de prova de habilidade específica, o que, neste caso, gera custo adicional às instituições. “Diferente é a situação dos processos seletivos que exigem a aplicação de provas de aptidão específica, pelas peculiaridades dos cursos a que se destinam. Esse é o caso, geralmente, dos cursos de graduação nas áreas de artes – como música, dança e artes plásticas –, arquitetura e design. Nesses casos, parece razoável que as instituições possam cobrar taxa adicional dos candidatos, para cobrir os custos envolvidos na realização dos testes específicos”, afirmou o parlamentar, na sua Justificativa.

“Barreira que dificulta ainda mais” – Veneziano lembrou que a cobrança de taxas de inscrição mais elevadas para os cursos de Medicina, por exemplo, acaba por funcionar como uma barreira a mais à participação de candidatos de baixa renda. “Se já não bastassem as dificuldades enfrentadas para arcar com as mensalidades desse tipo de curso, muitas vezes dependendo de bolsas governamentais ou empréstimos estudantis via Programa Universidade para Todos (PROUNI) ou Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), os estudantes que sonham cursar Medicina se deparam com custos mais elevados até para concorrer a uma vaga, em que a disputa já é mais acirrada”.

Em junho de 2019 a matéria foi aprovada na Comissão de Educação, Cultura e Esporte, tendo como relator o senador Confúcio Moura (MDB-RO), mesmo relator da CAE, que em ambas as comissões elogiou a iniciativa do parlamentar paraibano. “O principal impacto do projeto consiste na eliminação de uma injustificável barreira de acesso aos cursos superiores de maior prestígio social por parte dos estudantes pertencentes a famílias de baixa renda, sendo, portanto, uma proposta justa e merecedora de aprovação”, destacou o relator.

Como na CAE a proposta teve caráter terminativo, não irá a plenário, seguindo direto para análise na Câmara dos Deputados. A iniciativa de Veneziano atendeu um apelo específico de estudantes paraibanos, mas que irá beneficiar estudantes de todo o país.

Assessoria de Imprensa

Governador condecora medalhistas paralímpicos nessa sexta-feira na Vila Olímpica

Está prevista para às 10h dessa sexta-feira (10), uma solenidade do Governador João Azevêdo (Cidadania), organizada pela Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) com os atletas paralímpicos, medalhistas nas Paralimpíadas de Tóquio em 2021.

Governador João Azevêdo.
Foto: Secom/Reprodução.

O evento acontece no ginásio principal da Vila Olímpica Parahyba, no bairro dos Estados e terá a participação dos Secretários José Marco (medalhista olímpico do vôlei e secretário executivo de Esporte e Lazer) e Rafaela Camaraense (secretária executiva de Juventude).

Na oportunidade, o Chefe do Executivo Estadual irá condecorar em média 25 pessoas, entre comissão técnica e paratletas que se notabilizaram no Japão, com a conquista de medalhas para o Brasil e para a Paraíba, dentre os quais destacamos o velocista paralímpico mais rápido do mundo, natural do município de São José do Brejo do Cruz, Petrúcio Ferreira (bicampeão paralímpico em Tóquio, nos 100 metros rasos), bem como a lutadora do parataekwondo, a jovem de São Bento das Redes, Silvana Fernandes (bronze em Tóquio).

A cerimônia será transmitida pelas redes oficiais do Governo da Paraíba.

Redação Gabinete Paraíba