Deputado Anísio Maia participa da Sessão Especial do Dia Internacional da Juventude

Aconteceu hoje (12) a Sessão Especial pelo Dia Internacional da Juventude, na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Após a abertura da sessão, Adriano Galdino passou a presidência para o Deputado Chió que enfatizou a presença do Dep. Anísio Maia, da Secretária Executiva de Juventude (SEJUV), Rafaela Camaraense, e representantes do governo estadual como também da sociedade organizada.

Deputado Anísio Maia. Foto: Ascom.

Na ocasião, tratou-se dos assuntos de interesse do segmento no qual foram elencados algumas políticas públicas que integraram as ações do parlamento, do governo e das entidades da organização civil. Na audiência pública, foi apresentado o papel do protagonismo juvenil e a transversalidade da política como fomento entre setores como educação, saúde, cultura e esporte e lazer.

O Deputado Anísio Maia, além de parabenizar o Dep. Adriano Galdino pela sessão, ressaltou também a importância da Sessão Especial pelo Dia Internacional da Juventude para fortalecimento de direitos referente às políticas de juventude. “Ressalto aqui esta sessão com as lideranças jovens para, em todos os momentos, aprender com eles. Mesmo sabendo das perdas de direitos da juventude após os governos Lula e Dilma, estou aqui para dar um voto de aplauso à juventude que se utilizam desses espaços para se aproximarem do legislativo”, explicou, Anísio.

O Dep. Chió finalizou a sessão com a intenção de requerer junto a Adriano Galdino a reativação de uma parceria com o CIEE para visibilizar as ações e daquela instituição, além da divulgação do edital do parlamento jovem para selecionar 12 jovens a integrarem

Gabinete Paraíba por Gregório Medeiros

[DEFINIDO] Governador nomeia petista Bivar Duda de Santa Luzia para lugar de Luiz Couto

A edição desta quinta-feira (27), do Diário Oficial da Paraíba, trouxe a nomeação do agricultor e ex-vereador santaluziense, Bivar de Souza Duda (PT), para o cargo de Secretário de Estado da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido.

Nomeação no DOE. Foto: Reprodução.

Bivar é militante de longa jornada do partido e vem para ocupar a pasta anteriormente dirigida pelo ex-deputado federal, Padre Luiz Couto (PT), que decidiu apoiar o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) nas eleições municipais de 2020, e acabou rompendo com o Chefe do Executivo Estadual, o Governador João Azevêdo (Cidadania) que o exonerou.

Bivar e Luiz Couto. Foto: Reprodução.

A indefinição era grande para saber qual seria o nome que estaria a frente da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido (SEAFDS), mas a certeza de que seria um nome petista já era clara e o nome da ex-Secretária de Desenvolvimento Humano, Giucélia Figueiredo, foi até cogitado, mas esta não colocou seu nome à disposição.

Neste período após a saída de Luiz Couto, a Secretaria foi gerida pelo Secretário Executivo, Jonildo Cavalcanti (PCdoB).

ARTICULAÇÃO FORTE

A nomeação de Bivar acontece após reunião entre o Governador e os Deputados Anísio Maia (PT) e Frei Anastácio (PT), na última semana, que reafirmaram o compromisso com o projeto de João Azevêdo para o Governo do Estado, para a infelicidade do ex-Secretário Luiz Couto.

Reunião entre João Azevêdo, Frei Anastácio e Anísio Maia. Foto: Reprodução.

A luta do PT neste momento é pelo convencimento ao Governador para que o gestor esteja junto ao ex-Presidente Lula (PT) no mesmo palanque eleitoral, nas eleições gerais de 2022.

Redação Gabinete Paraíba

[VACINAÇÃO] Deputado Anísio Maia critica Ministro da Saúde por atraso da 2ª dose da vacina contra Covid-19

Parlamentar petista criticou ineficiência do Ministério da Saúde no planejamento da vacinação.

Anísio Maia. Foto: Reprodução.

O deputado estadual Anísio Maia (PT) criticou nesta terça-feira (20), durante a 11ª Sessão Ordinária da Assembleia Legislativa da Paraíba, o Ministro da Saúde do Governo Federal, Marcelo Queiroga.

O parlamentar disse que a condução do Ministro quanto ao planejamento da campanha de vacinação no Brasil é ineficiente e culpa o representante do Governo Federal por não tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 no dia adequado.

Na ocasião, o petista ainda mostrou seu cartão de vacina e mostrou sua insatisfação quanto ao descaso do Ministério da Saúde com a saúde do povo brasileiro.

“Por esse cartão, era para eu estar sendo vacinado hoje com a segunda dose, mas graças ao senhor Ministro da Saúde, que inadvertidamente, sem um planejamento recomendou aos estados e municípios que usassem as doses que estavam separadas para a segunda aplicação, nós estamos nessa situação: eu, milhares de paraibanos e nordestinos sem acesso a segunda dose da vacina” – disparou o Deputado.

Redação Gabinete Paraíba

[POLÊMICA] 80% da direção do PT na PB é contra retorno de Ricardo ao partido diz Deputado Anísio Maia

Segundo o parlamentar, o possível retorno do ex-governador à sigla não é visto com bons olhos; nacional do partido diverge

Deputado Anísio Maia (PT). Foto: Reprodução.

Diante dos últimos acontecimentos, como por exemplo, a saída do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) da presidência da Fundação João Mangabeira do Partido Socialista Brasileiro em âmbito nacional e antes disso, com o apoio do Partido dos Trabalhadores Nacional à sua candidatura a Prefeito de João Pessoa em 2020, além das repercussões que têm havido no meio da imprensa paraibana e que já foram veiculadas por portais como o WSCOM e até no rádio, no programa matutino do radialista Sales Dantas na CPAD FM, há um forte indício de retorno de Coutinho ao PT paraibano.

Por outro lado, um dos mais importantes e representativos nomes do partido crê que este movimento como que “um filho pródigo”, do ex-petista, em retornar à sua antiga legenda, não será nada fácil. Estamos falando do Deputado Estadual Anísio Soares Maia (PT), que declarou que cerca de 80% do diretório estadual do Partido dos Trabalhadores, não vê com bons olhos o retorno de Ricardo Coutinho à sigla.

Anísio Maia e Ricardo Coutinho.
Foto: Reprodução.

Segundo o parlamentar, não está havendo um entendimento da conjuntura na qual o ex-governador está inserido no estado da Paraíba, com as investigações no âmbito da Operação Calvário. De acordo com Anísio, o partido nacionalmente tem tentado retribuir os gestos recebidos do socialista, enquanto estava no Governo do Estado, em defesa de Lula e Dilma, mas isto pode acabar enfraquecendo a imagem do partido no estado, inclusive a possível eleição de Lula.

“Infelizmente há uma dissociação da realidade estadual diante da postura e entendimento político nacional, que insiste num processo de amparo ou retribuição pelos gestos do ex-governador, entretanto o contexto estadual aponta graves problemas cometidos pelo líder socialista com provas irrefutáveis contra ele” – declarou Maia ao WSCOM.

Anísio Maia e todo o PT Municipal de João Pessoa sofreu uma forte intervenção do partido em nível nacional – frustrada pela justiça eleitoral – nas últimas eleições para a Prefeitura da capital, onde o parlamentar foi candidato. Até os dias atuais, a direção municipal do partido não conseguiu se reconfigurar, de acordo com Anísio.

Maia disse que o partido pode passar por dias muito turbulentos, caso o retorno de Coutinho seja confirmado à legenda. Isto pode, segundo o deputado, prejudicar de modo inimaginável o empoderamento que agora vive o partido nacionalmente com a possibilidade de ter Lula candidato a Presidente da República em 2022.

“É preciso encarar a situação do ex-governador dentro da realidade pois é muito grave e o diretório nacional insiste erradamente em não considerar e até entendê-lo no mesmo nível do processo de Lula, o que se configura em grave erro de leitura porque uma situação não tem nada a ver com a outra, pois no caso paraibano há provas robustas contra o ex-governador e isso pode respingar muito forte na candidatura de Lula” – informou o petista.

Redação Gabinete Paraíba com informações do Portal WSCOM

Anísio Maia dispara: “Processo contra Lula foi armação desde o começo”

Parlamentar diz que todo processo foi uma farsa e que prejudicaram a imagem do ex-Presidente.

Deputado Anísio Soares Maia (PT-PB).
Foto: Reprodução.

O Deputado Estadual Anísio Maia declarou em nota que STF deve assumir que processo contra Lula foi uma armação, após Supremo Tribunal Federal anular condenações contra Lula, dentro da Operação Lava Jato. Nota na integra:

“A defesa de Lula passou anos afirmando e cobrando do STF que a Vara de Curitiba era incompetente para julgar as acusações contra ele. Enquanto isso, o juiz Sérgio Moro e seus cúmplices, Dallagnol e companhia, fizeram o que queriam com o processo. Massacraram Lula como desejaram. O prenderam por mais de um ano, constrangeram seus familiares, bloquearam seus bens e agora, depois que o mundo conheceu os autos com as patifarias de Moro, acordaram para fazer valer a legislação.

Provando que o STF mistura política com justiça, só agora, depois que Moro foi desmoralizado até no exterior, tomaram a decisão certa.

A pergunta que fica é: Anularam os processos. E quem vai restituir os direitos perdidos, os constrangimentos e, finalmente, por que só quando viram a casa caindo é que decidiram fazer justiça?

Essa decisão é para conceder o direito de defesa que Lula não teve em Curitiba ou para não admitir a parcialidade de Moro e seus aliados?

Esse processo contra Lula foi uma armação. É isso que o STF tem que declarar.”

Fonte: Radar Sertanejo.