Vereador de Cruz do Espírito Santo-PB é denunciado pelo GAECO

Nos últimos dias a Paraíba foi surpreendida por denúncias que apuram fraudes que envolve Cooperativas e contratos com o governo do estado da Paraíba, a Operação denominada de 5764, já conta com dois suspeitos presos desde o dia 6 de abril.

Porém a novidade para a classe politica é que um Vereador de um município da região metropolitana da capital foi denunciado pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado, trata se do vereador de Cruz do Espírito Santo, LEONARDO DO NASCIMENO e ELIOENAI DE FRANCA SILVA.

A Operação apura irregularidades na aquisição de gêneros alimentícios a partir de contratos firmados entre Cooperativas e entes públicos, a exemplo do Governo do Estado da Paraíba e municípios paraibanos, voltados ao fornecimento de gêneros alimentícios destinados a famílias paraibanas em situação de vulnerabilidade social, agravada pela pandemia da Covid-19, merenda escolar e alimentação de unidades hospitalares e de saúde.As contratações decorrentes das dispensas de licitação investigadas totalizam o montante de R$ 754.000,00 e R$ 123.000,00 correspondem a danos ao erário já detectados.

As investigações constataram indícios de conluio, de falsidade ideológica e de fraudes ao caráter competitivo em dispensas de licitação, inclusive ferindo frontalmente os conceitos e pré-requisitos das fontes de financiamento utilizadas na liquidação das despesas correspondentes, notadamente as pautadas no Programa Nacional da Agricultura Familiar (Pronaf) e do Fundo Estadual de Erradicação da Pobreza.

Cassação de Pimentel em Conde movimenta política de Cruz do Espírito Santo

A repercussão em torno da reviravolta política da gestão municipal de Conde está dando o que falar e já repercute em outros municípios da região de João Pessoa.

Em decisão, a juíza da 3ª Zona Eleitoral de Santa Rita, Lilian Frassinetti Correia Cananea, decidiu pela cassação do mandato da prefeita de Conde, Karla Pimentel (PROS), por suposto abuso de poder econômico.

Na decisão, a magistrada descarta a realização de novas eleições no município e determina a posse da segunda colocada no pleito, a ex-prefeita Márcia Lucena (PT), que disputou a reeleição nas eleições do ano passado, ainda pelo PSB.

Neste sentido, nossa reportagem entrou em contato com o Presidente Municipal do PDT de Cruz do Espirito Santo, Jackson Peixoto, o qual também impetrou um processo de cassação dos diplomas da então prefeita Aliny Povão (DEM), que também está em trânsito na 3º Zona Eleitoral.

Jackson Peixoto (PDT). Foto: Reprodução.

Peixoto declarou sua confiança na justiça e ressaltou que as alegações do caso de Cruz do Espírito Santo são ainda mais graves. Por este motivo – segundo ele – “a decisão histórica da juíza acende uma chama de esperança e boa nova no futuro de Cruz”.

Confira o Processo impetrado por Jackson Peixoto

Foto: Jackson Peixoto.

Redação Gabinete Paraíba

[CRUZ DO ESPÍRITO SANTO] Jackson Peixoto se diz animado com celeridade do processo contra Aliny Povão por compra de voto

O político pedetista disse que acredita na justiça e que a celeridade do processo contra a sua rival o anima muito.

Nesta segunda-feira (26), a redação do Gabinete Paraíba esteve em contato com o ex-vereador e segundo colocado nas eleições municipais para prefeito em 2020, na cidade de Cruz do Espírito Santo, o pedetista Jackson Peixoto, pra saber mais sobre o processo que o mesmo abrira contra a atual prefeita, por suposta compra se votos, durante a última campanha eleitoral.

Segundo Jackson – que chegou bem perto de ser o Prefeito mais jovem da Região Metropolitana de João Pessoa – o processo que visa provar o crime eleitoral no município, está se movimentando com celeridade, inclusive, segundo o ex-parlamentar, já foram apresentadas pelas partes, as suas respectivas testemunhas.

Peixoto, se diz extremamente confiante, pois o vídeo tem muita materialidade e mostra claramente a atual prefeita Aliny Povão (Democratas) e o seu antecessor, negociando votos entre a população no último pleito.

“Estamos animados com a celeridade do processo e acreditamos muito que a justiça será feita na nossa cidade, pois confiamos na Justiça brasileira e no excelentíssimo trabalho feito pelo exímio advogado Inácio Queiroz. O tempo das baixarias e falcatruas já passou. Cruz não merece mais isso!” – declarou Jackson Peixoto.

Aliny Povão ao lado do ex-Prefeito.
Foto: Reprodução.

Uma comprovação dos fatos apresentados por Peixoto, na justiça, pode levar a atual gestora de Cruz do Espírito Santo a ser cassada.

Confira o vídeo da suposta compra de votos em Cruz do Espírito Santo

Redação Gabinete Paraíba