Em encontro do MDB, Veneziano e Raniery recebem Direção Nacional da Juventude do Partido e debatem a participação política do segmento

Na manhã desse último sábado (02), aconteceu na sede do MDB Estadual, em João Pessoa, um encontro de trabalho da JMDB, a Juventude do Partido, que contou com a presença dos membros da Direção Nacional da entidade, como o Presidente Nacional, Norton Soares, o Vice-presidente, Ivon Lendl, o Ex-Presidente da JMDB e Ex-Secretário Nacional de Juventude do Brasil, Assis Filho, que foram recepcionados pelo Presidente Estadual do Partido, o Senador Veneziano Vital, pelo Presidente da FUG-PB Deputado Raniery Paulino e pelo novo Presidente da JMDB na Paraíba, Rique Peres.

O evento, que teve como objetivo o diálogo para o fortalecimento das Juventudes no partido e do segmento por todo estado, ainda contou com a presença do Presidente Municipal do MDB da capital, o Vereador Mikika Leitão, do representante da Secretaria Estadual de Juventude da PB, Wéverton Correia, do Presidente do Núcleo Afro do MDB, Igor Bento, do Presidente do Núcleo Socioambiental do MDB, Rafael Rabelo, da Secretária de Estado Ana Claúdia Vital, que esteve como convidada, além de jovens lideranças de Campina Grande, Guarabira, João Pessoa, Itatuba e de outras cidades do estado.

Debate

O encontro foi aberto pelo Presidente da Fundação Ulysses Guimarães, o Deputado Raniery Paulino, que recepcionou a todos falando da importância do trabalho da Fundação na Paraíba, braço de estudos teóricos sobre a Política e de formação do MDB, que aos longo desses últimos anos tem contribuído através de seus cursos com a capacitação de centenas de jovens e adultos pelo estado. Raniery ainda ressaltou a importância do segmento nas lutas sociais, pela educação, como também para o desenvolvimento de todo estado e ainda relembrou do período em que ocupou a Presidência da JMDB na Paraíba.

O Senador Veneziano Vital, agradeceu a visita dos membros da executiva nacional da Juventude, reiterando a disponibilidade do MDB da Paraíba com o segmento, do mesmo modo, reconhecendo a importância da juventude partidária na construção e na ampliação das políticas públicas, falando também da importância dos jovens para o próximo processo eleitoral, estimulando que novas lideranças possam ocupar os espaços de disputa pelo partido. Na ocasião, o Senador ainda foi indagado sobre os projetos do Congresso Nacional, que tratam sobre as novas regras eleitorais e de criação das fundações partidárias.

O novo Presidente da JMDB Paraíba, Rique Peres, em nome de toda juventude, agradeceu a presença dos membros da Executiva Nacional, reiterando a disponibilidade das Juventudes da Paraíba em realizarem um processo de construção coletiva de educação e formação política dos jovens. Além disso, renovando o debate sobre a importância do segmento para o nosso estado, que hoje representa a faixa etária de pessoas entre 15 e 29 anos que já somam mais de 25% da nossa população, no processo de construção, defesa e ampliação das políticas públicas dentro dos governos. Por fim, o jovem falou da importância da participação das Juventudes na política, como agentes ativos de transformação, trabalho e ocupação dos espaços de disputa, como também no fortalecimento e crescimento do próprio MDB.

O Presidente Nacional da Juventude do MDB, o Vereador de Restinga Sêca no Rio Grande do Sul, Norton Soares, que assumiu recentemente a direção da entidade, agradeceu aos líderes do MDB paraibano, assim como toda militância pela recepção, reiterando que o estado da Paraíba é o primeiro local em que a nova direção nacional visita, com o objetivo de fortalecer o processo de mobilização das Juventudes. O Ex-Secretário Nacional de Juventude, Assis Filho, ainda trouxe para o debate o estímulo à participação política dos jovens nas próximas disputas eleitorais, pedindo o apoio ao Senador Veneziano e ao partido, para que assim como fez em 2020 através de decisão própria, possa direcionar ao menos 1% do Fundo Eleitoral para as candidaturas de jovens, como uma forma de garantir o mínimo de estrutura e possibilidade de uma participação mais igualitária com as demais candidaturas.

O representante da Secretaria Estadual de Juventude da PB, Wéverton Correia, ainda falou da importância e do fomento à criação de novas políticas públicas de juventude no país e no estado, dando um panorama das ações que estão sendo construídas pela Paraíba, pedindo o apoio para que os representantes políticos também possam direcionar o envio de emendas com o objetivo de atendar as demandas do segmento. Além disso, trouxe dados alarmantes da necessidade do cuidado com as Juventudes nesse período da Covid, que acabam sofrendo uma situação de maior vulnerabilidade, relacionadas à problemas de saúde mental, falta de perspectiva de trabalho e abandono da educação.

O debate ainda contou a fala de representantes da JMDB da região nordeste e demais membros da Juventude do MDB na Paraíba.

Filiações

Houve também um momento de novas filiações, onde os representantes do partido receberam os jovens Luiz Ricardo, universitário de Campina Grande e Ex-candidato a Vereador em 2020, e Osvaldo Filho, estudante do IFPB, Parlamentar Jovem e Parlamentar Mirim do município de Itatuba.

Fortalecimento do MDB

O Senador Venezino ainda complementou que esse foi um momento de extrema relevância para o partido, que dá continuidade ao processo de fortalecimento do MDB na Paraíba, como uma forma também de estimular e trazer novas lideranças ao partido, reconhecendo a relevância da participação das Juventudes em todo processo político.

“As Juventudes, assim como em outros períodos, possuem um papel importantíssimo na construção e defesa de uma sociedade mais democrática, na luta por direitos e no desenvolvimento de toda sociedade, por isso, o MDB da Paraíba reconhece e estimula a participação ativa dos jovens em seus quadros, como também incentiva que mais jovens possam estar disputando e defendendo suas bandeiras em disputas eleitorais, ocupando mais espaços. Queremos também fomentar as ações em nossos outros núcleos de trabalho, entendendo que o projeto de Paraíba que defendemos se constrói através do debate e da participação de todos e todas nessa construção, estando assim o nosso partido a disposição”, finalizou o Senador.

Confira mais imagens do evento:

Redação Gabinete Paraíba

[DEBATE] Com propositura da Vereadora Jô Oliveira, Câmara Municipal realiza sessão especial em homenagem a Celso Furtado

Através de propositura da vereadora Jô Oliveira (PCdoB) a Câmara Municipal de Campina Grande realizou nesta terça-feira, 28, uma Sessão Especial em alusão aos 101 anos de nascimento de Celso Furtado e para debater alternativas socioeconômicas para a cidade. A sessão também marcou a abertura da I Semana de Desenvolvimento Celso Furtado, evento realizado pelo mandato da vereadora, e que acontece até o próximo dia 01 de outubro, com debates entre representantes do poder público e da sociedade civil organizada, lives e atividades culturais.

Estiveram presentes de forma presencial ou remota: a jornalista, tradutora, sócia fundadora do Centro Internacional Celso Furtado e viúva do economista, Rosa Freire D’Aguiar; o pós-doutor e professor da UEPB, Cidoval Morais; o presidente do Observatório Social do Nordeste e Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha; o presidente do Centro Internacional Celso Furtado, Roberto Saturlino Braga; o integrante do Levante Popular da Juventude, Paulo Roberto; o reitor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Antonio Fernandes Filho; a presidente municipal do PCdoB, Glauce Jácome; o coordenador do Fórum Pró-Campina, Roberto Jefferson Normando; a diretora do Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Mônica Tejo Cavalcanti; o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), Hélder Campos Pereira; e o professor da UFPB, Jonas Duarte.

Na ocasião houve um diálogo importante sobre a obra e o pensamento de Celso Furtado, e sobre quais as contribuições que ele deixou para se pensar o desenvolvimento de nosso município, da região Nordeste e do país de uma forma geral.

Vereadora Jô Oliveira (PCdoB)

Para a vereadora Jô Oliveira, o momento foi de grande importância por reunir diversos atores sociais que podem contribuir com o desenvolvimento do município, estimulando o debate e a construção de ações conjuntas.

“Pudemos ouvir pesquisadores da obra de Celso Furtado, pessoas dos movimentos sociais, institutos de pesquisa e experimentação, entidades ligadas à indústria, universidades, o Centro Internacional Celso Furtado… e outras organizações que podem, em coletivo, pensar possibilidades para o desenvolvimento de nosso município, e um desenvolvimento que esteja alinhado com a sustentabilidade, a equidade e a justiça social”, destacou Jô Oliveira.

Em sua participação durante a sessão, o presidente do Observatório Social do Nordeste e Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, também destaca bem isso.

“Celso Furtado se preocupou com propostas para o desenvolvimento, mas um desenvolvimento eficaz. Sem a inclusão e preocupação com o indivíduo em toda a sua completude, não há desenvolvimento verdadeiro”, afirmou.

O debate demonstrou o quanto a obra de Celso Furtado continua atual e o quanto tem a contribuir para a construção de um projeto de sociedade mais desenvolvida em todos os âmbitos, não apenas o econômico, mas também atrelado ao desenvolvimento ambiental, social e humano.

A I Semana de Desenvolvimento Celso Furtado continua nesta quarta-feira com uma roda de diálogo que acontece na Câmara Municipal de Campina Grande, a partir das 16h. Na quinta-feira haverá uma visita a Cozinha Comunitária do Jeremias, às 15h, e uma live às 18h no canal do Youtube da vereadora Jô Oliveira; na sexta-feira a semana se encerra com um ato cultural na Feira Central às 9h. As atividades poderão ser acompanhadas pelas redes sociais da vereadora Jô Oliveira. Mais informações no site http://www.jooliveira.com.br.

Celso Furtado – natural de Pombal/PB, o pesquisador e economista é criador de uma obra inovadora com uma leitura contemporânea das contradições do capitalismo. Foi o único brasileiro indicado ao Prêmio Nobel de Economia, em 2013. Com uma bibliografia de mais de 30 livros, Celso Furtado investigou a mecânica do subdesenvolvimento do país. Faleceu em 2004, mas seu legado permanece até hoje, e sua produção, ideias e trajetória continuam vivas e relevantes para compreensão da sociedade brasileira.

Veja mais imagens da sessão:

Assessoria
Foto: Josenildo Costa/CMCG

[CÂMARA] Sessão Especial marca abertura da I Semana de Desenvolvimento Celso Furtado

Com propositura da Vereadora Jô Oliveira (PCdoB) acontece nesta terça-feira, 28, a partir das 10h, na Câmara Municipal de Campina Grande, uma Sessão Especial em alusão aos 101 anos de nascimento de Celso Furtado e para debater alternativas socioeconômicas para a cidade. A sessão marca a abertura da I Semana de Desenvolvimento Celso Furtado e contará com representantes do poder público e da sociedade civil organizada.

Estarão presentes de forma presencial ou remota: a jornalista, tradutora, sócia fundadora do Centro Internacional Celso Furtado e viúva do economista, Rosa Freire D’Aguiar; o pós-doutor e professor da UEPB, Cidoval Morais; o representante do movimento sindical, Antonio Pereira; o presidente do Observatório Social do Nordeste e Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha; o senador Veneziano Vital do Rêgo; o presidente do Centro Internacional Celso Furtado, Roberto Saturlino Braga; a representante da Articulação do Semiárido (ASA), Maria da Gloria Batista; o integrante do Levante Popular da Juventude, Paulo Roberto; e o reitor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Antonio Fernandes Filho.

Para a vereadora Jô Oliveira, o momento será de grande importância por reunir diversos atores sociais que podem contribuir com o desenvolvimento do município, estimulando o debate e a construção de ações conjuntas.

“Nosso trabalho sempre é embasado pelo diálogo, pela pesquisa, pela consulta a diversos setores da sociedade envolvidos com aquela pauta que pretendemos propor. A Semana Celso Furtado, e a sessão especial que marca o início dela, serão mais um desses espaços de diálogo e de construção conjunta que com certeza poderão enriquecer nosso trabalho legislativo e nos auxiliar a pensar em possibilidades para o nosso município, sobretudo dentro das nossas ações na Câmara Municipal”, destacou.

A I Semana Celso Furtado é uma atividade promovida pelo mandato da vereadora Jô Oliveira e busca estimular o diálogo entre o parlamento e diversos atores do município de Campina Grande, além de prestar homenagem ao Economista e intelectual paraibano. A semana acontecerá de 28 de setembro a 01 de outubro, e além da sessão especial, contará com uma extensa programação, com debates e atividades culturais.

A sessão especial que marca o início da I Semana de Desenvolvimento Celso Furtado pode ser acompanhada pelo youtube.com/camaracgoficial e as demais atividades poderão ser acompanhadas pelas redes sociais da vereadora Jô Oliveira, onde a população em geral poderá participar e contribuir com esses debates.

Confira a programação:

Imagem divulgação

Celso Furtado – natural de Pombal/PB, trabalhou na Fundação Getúlio Vargas (FGV), fez parte da Comissão Econômica para a América Latina (CEPAL), sendo nomeado Diretor de Desenvolvimento, e participou do convênio entre o CEPAL e o BNDE, cujo Grupo Misto elaborou um trabalho que serviria de base para o Plano de Metas, estabelecido pelo governo de Juscelino Kubitschek.

Foi nomeado, em 1960, superintendente da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE), órgão criado no Governo de Juscelino Kubitschek, e que teve suas bases durante o I Encontro dos Bispos do Nordeste em 1956, que aconteceu em Campina Grande. Na ocasião foi instalado o Grupo de Trabalho pelo Desenvolvimento do Nordeste – GTDN que em 1959 originou a criação da SUDENE.

Em 1962, Celso Furtado assumiu o Ministério do Planejamento, no governo de João Gulart. Com o golpe de 1964, é exilado e perde os direitos políticos por dez anos. Depois da anistia, em 1986, foi nomeado Ministro da Cultura no governo Sarney, criando a primeira legislação de incentivo à cultura. Em 1999, seu livro “O Capitalismo Global” ganhou o Prêmio Jabuti, na Categoria Ensaio.

Criador de uma obra inovadora com uma leitura contemporânea das contradições do capitalismo, o economista foi o único brasileiro indicado ao Prêmio Nobel de Economia, em 2013. Com uma bibliografia de mais de 30 livros, Celso Furtado investigou a mecânica do subdesenvolvimento do país. Faleceu em 2004, mas seu legado permanece até hoje, e sua produção, ideias e trajetória continuam vivas e relevantes para compreensão da sociedade brasileira.

Redação Gabinete Paraíba Assessoria Jô Oliveira

Em reunião do Conselho do SESC e SENAC da Paraíba, Coelho cobra assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho dos Comerciários de Campina Grande e agradece por parcerias entre as entidades

O Diretor do Sindicato dos Comerciários de Campina Grande e Região, José do Nascimento Coelho, esteve participando na última semana entre os dias 22 e 23, da última reunião do Conselho do SESC e SENAC da Paraíba, onde também é Conselheiro, que ocorreu no município de Patos, sertão do estado. O encontro acontece ao menos uma vez por mês e tem como objetivo o diálogo para definição das diretrizes de trabalho das entidades e também a prestação de contas dos serviços e atividades realizadas, o Conselho é formado por representantes das categorias empresariais, de trabalhadores e é Presidido pelo Dr. Marconi Medeiros, Presidente da FECOMÉRCIO da Paraíba.

José do Nascimento Coelho, Diretor do Sindicato dos Comerciários de Campina Grande e Conselheiro Regional do SESC/SENAC

Em sua fala, Coelho primeiramente agradeceu a parceria com o segmento empresarial de Campina Grande, em relação ao acordo que foi firmado para a realização do último Dia dos Comerciários, comemorado no último dia 20 de setembro, o sindicalista porém ponderou que, diferente dos outros anos, não houve comemoração, diante do momento que exige a reflexão, luta e luto na categoria, em solidariedade aos mortos pela Covid-19, em especial, todos os comerciários e comerciárias que, infelizmente, acabaram partindo em Campina Grande e em todo o país.

Coelho aproveitou ainda para cobrar dos representantes patronais, a assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho, em razão do município de Campina grande ser a única cidade onde a categoria do comércio ainda não teve seu piso atualizado, a exemplo de outras cidades da Paraíba.

Por fim, o sindicalista fez um agradecimento a Diretoria do SENAC, em nome da Diretora Vera e do Diretor Geraldo, pela parceria firmada entre o Sindicato dos Comerciários de Campina Grande e a escola SENAC do município, para a realização de cursos que estão sendo oferecidos de maneira gratuita a categoria comerciária, assim como outros segmentos em situação de vulnerabilidade, ações que buscam fortalecer o trabalho social, capacitação de profissionais e melhor inserção no mercado de trabalho.

Redação Gabinete Paraíba

Em sessão na Câmara, Olímpio Rocha denuncia a tentativa de desvirtuar assentamentos da Reforma Agrária em Campina Grande

Em audiência realizada nessa última quinta-feira (16), na Câmara Municipal de Campina Grande, que teve como objetivo o debate sobre Energia Renovável, o Presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos da Paraíba, Olímpio Rocha, em sua fala, denunciou a tentativa de desvirtuamento dos assentamentos da Reforma Agrária em Campina Grande.

Segundo Olímpio, houve uma falsa promessa aos assentados, da parte de construtora local, do recebimento de um suposto pagamento mensal, para que eles pudessem ceder o uso de seus lotes para instalação de placas solares, algo que, segundo ele, “só promoveria o desvio de finalidade das áreas desapropriadas, destinadas à agricultura familiar, responsável pela produção de 70% dos alimentos que chegam às nossas mesas.”

Segundo Olímpio, a denuncia será encaminhada ao Ministério Público Federal. A fala de Olímpio repercutiu ao longo do dia, sendo compartilhada em suas redes sociais.

Confira o vídeo: ,

Redação Gabinete Paraíba

[DEBATE] Com propositura da vereadora Jô Oliveira, CMCG promove audiência para debater regulação de vagas no Sistema Público de Saúde do município

Na última quinta-feira (9), através de propositura da vereadora Jô Oliveira (PCdoB), a Câmara Municipal de Campina Grande promoveu Audiência Pública para debater a regulação de vagas no sistema público de saúde do município. A proposta surgiu após visitas a alguns hospitais da cidade, que também foram acompanhadas por outros vereadores da Casa, e em decorrência de apelos da população que muitas vezes tem dificuldade em conseguir vagas nos hospitais públicos.

A audiência contou com a presença do secretário de saúde do estado da Paraíba, Geraldo Medeiros; o secretário de saúde do município, Filipe Reul; o secretário executivo de saúde do município, Gilney Porto; a promotora de justiça de saúde em Campina Grande, Adriana Amorim; o diretor do Hospital da FAP, Derlópidas Neves; o diretor do HU, Mário de Oliveira Filho; o representante do Hospital João XXIII, Felipe Gadelha; o diretor do Hospital de Trauma de Campina Grande, Sebastião Viana Filho; a direção do Hospital das Clínicas, na pessoa de Jhony Bezerra, além de representantes do Conselho Municipal de Saúde do município, UPA’s e outras unidades de atendimento em saúde.

Na ocasião, cada direção de hospital explanou sobre a sua realidade e sobre as dificuldades encontradas nesse processo de regulação de vagas, e foi possível apontar alguns encaminhamentos importantes para que se busque solucionar essas questões: um deles é a questão do orçamento, e nesse sentido também é necessário discutir a pactuação entre os municípios, para que não aconteça como em muitos casos, onde Campina Grande acaba arcando com um gasto desproporcional se comparado ao conjunto dos demais municípios pactuados. Outras questões, como a criação de um centro de regulação estadual, também foram citadas como possíveis encaminhamentos.

Segundo a vereadora Jô Oliveira, autora da propositura da audiência, a ideia é que o diálogo continue entre todas as esferas envolvidas nesse processo de regulação de vagas no sistema público de saúde, em prol de buscar soluções efetivas para esse e outros problemas relacionados ao atendimento de saúde em Campina Grande.

“Sabemos que não é possível que no breve tempo dessa audiência pudéssemos sair com soluções concretas para esse problema, mas esse momento foi um ponto de partida, onde pudemos ouvir as pessoas envolvidas, secretários de saúde, direções dos hospitais, conselho de saúde… e visualizar caminhos possíveis. Que esse diálogo possa continuar, e possa ser ampliado também com outras pessoas envolvidas na pauta, e que a partir disso se construam soluções, de forma coletiva, para resolver esse e outros problemas relacionados a saúde de nosso município. A população campinense precisa da garantia do acesso a esse direito, de forma efetiva e eficaz.”, destacou a vereadora.

Assessoria
Fotos: Josenildo Costa/CMCG

[IDOSOS] Vereadora Jô Oliveira leva debate sobre a violência contra a pessoa idosa para a Câmara Municipal

Durante a sessão desta quarta-feira (16), através de propositura da vereadora Jô Oliveira (PCdoB), aconteceu uma tribuna livre com a coordenadora da Pastoral da Pessoa Idosa e da Rede Socioassistencial de Proteção à Pessoa Idosa no município, Rosa Amélia Guimarães, e com a Gerente da Pessoa Idosa da Secretaria Municipal da Assistência Social (SEMAS), Rosimary Torres Guimarães. A propositura faz alusão ao Dia de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, comemorado no último dia 15 de junho.

Rosa Amélia Guimarães, Rosimary Torres Guimarães, Vereadora Jô Oliveira

Como presidente da Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Mulher, do Idoso, da Criança e do Adolescente, dentro da Câmara Municipal, a vereadora trouxe essa discussão para a Casa de Félix Araújo como forma de auxiliar no conhecimento e sensibilização dos demais parlamentares sobre o tema.

Em sua fala, Rosa Amélia destacou o papel da Pastoral do Idoso, que trabalha para educar, evangelizar e resgatar a dignidade da pessoa idosa, com a divulgação e luta pela garantia de seus direitos constitucionais. Ela enfatizou ainda que, na maioria dos casos, quem comete violência contra a pessoa idosa são membros da sua própria família, e que é dever de toda a sociedade garantir os direitos da pessoa idosa, previstos no Estatuto do Idoso. Como proposta, ela pontua que a temática do envelhecimento do idoso deveria fazer parte da grade a ser trabalhada na Educação de Jovens e Adultos (EJA), educando para que haja o respeito e proteção às pessoas idosas, bem como para que sejam agentes na busca pela garantia desses direitos.

Já a Gerente da Pessoa Idosa da SEMAS, Rosimary Torres Guimarães, falou sobre as ações voltadas à pessoa idosa que são oferecidas pela gestão municipal, a exemplo de serviços oferecidos nos CREAS, Centro de Convivência do Idoso, Centro POP, SEMAS e outros órgãos. Rosimary destaca ainda que a pauta do combate violência contra a pessoa idosa deve ter o engajamento de toda a sociedade, e que é preciso pensar em legislações mais rígidas que combatam o problema e punam os responsáveis com mais severidade.

Vereadora Jô Oliveira

Para a vereadora Jô Oliveira, o momento foi importante para que se conheça melhor essa realidade, a partir do olhar de quem trabalha com a problemática, e que se possa, a partir disso, pensar ações e políticas públicas.

“Devemos votar em breve a proposta de LDO, também estamos, enquanto município, em fase de revisão ou criação de outras ferramentas como o Plano Diretor e Plano Plurianual, e é importante que essas ferramentas também incluam a população idosa e as suas demandas. É essencial também, que nós, enquanto Câmara Municipal, possamos estar sensíveis a essa pauta, e que ela seja um compromisso coletivo”, destacou a vereadora.

A violência contra o idoso é um crime previsto na constituição. Em casos como esses, seja violência física, patrimonial, sexual ou psicológica, é possível denunciar pelo Disque 100 (nacional) ou Disque 123 (estadual).

Redação Gabinete Paraíba com Ascom / Vereadora Jô Oliveira

TV Roda de Conversa promove debate com ambientalistas de JP no Dia do Meio Ambiente

Neste sábado (05), data na qual é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente, o canal “TV Roda de Conversa”, promove por meio do YouTube, um debate que tem por tema: “Salvar nosso planeta é avançar no socialismo”.

Card de Divulgação. Foto: Reprodução.

Participam do debate, importantes ambientalistas de João Pessoa, a exemplo da Professora Universitária Paula Frassinete, do Teólogo e Poeta, Emerson Aguiar, do Especialista em Direito Ambiental, Françualdo Alves, além do Procurador e ex-Candidato a Prefeito da capital, Carlos Monteiro, da Rede Sustentabilidade.

Carlos Monteiro entrou em contato com a Redação do Gabinete Paraíba e deixou um convite especial para toda sociedade paraibana e para os ativistas pelo Meio Ambiente.

“Hoje participaremos, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, de um debate com a pauta da sustentabilidade ambiental e o papel da sociedade civil paraibana. Colocaremos no debate os princípios da Carta da Terra e o que podemos fazer pelos biomas da Caatinga e da Mata Atlântica, revitalização dos rios, proteção da vida marinha, resíduos sólidos, entre outros. Aguardamos todo o povo paraibano e em especial, aqueles que se dedicam à luta em prol do Meio Ambiente. Às 16 horas estaremos juntos”, declarou o Procurador.

Para mais informações, basta acessar as redes sociais da TV Roda de Conversa no Instagram, Facebook e no Twitter e para acompanhar o debate, que acontece a partir das 16h, basta acessar o canal do YouTube.

Redação Gabinete Paraíba

[JUVENTUDES] Vereadora Jô Oliveira apresenta projeto de Lei para a criação do Dia Municipal de Enfrentamento ao Genocídio da Juventude Negra

Em 14 de dezembro de 2019, Tássio Pereira dos Santos, jovem negro de 27 anos, passeava de moto com o seu tio, quando foi abordado por um patrulha policial. Tássio, foi atingido por um tiro no abdômen, enquanto tentava retirar o documento do bolso. De acordo com a família, até o presente momento, o assassinato do jovem permanece na impunidade, como tantos outros casos de mortes de jovens negros no país, caracterizando um verdadeiro extermínio dessa população.

Histórias como a de Tássio Pereira, infelizmente ainda são uma constante no Brasil, e para que essa realidade não seja ignorada em Campina Grande, a Vereadora Jô Oliveira (PCdoB) apresentou à Câmara Municipal o Projeto de Lei 178/2021 que cria o Dia de Enfrentamento ao Genocídio da Juventude Negra, a ser instituído em 14 de dezembro, em memória de Tássio Pereira dos Santos.

Vereadora Jô Oliveira (PCdoB)

De acordo com o Atlas da Violência de 2018, os números de homicídios que vitimam pessoas negras é 75,7% maior em relação aos não negros (13,9%). Em uma pesquisa de 2012, intitulada A Cor dos Homicídios no Brasil, Campina Grande ocupava o 24º lugar, com 211 homicídios de pessoas negras, para 6 homicídios de pessoas brancas. Diante desses dados, falar em Extermínio da Juventude Negra não é exagero.

O enfrentamento a esse problema já é uma das pautas de luta, que a vereadora Jô Oliveira vem levantando mesmo antes de ocupar uma cadeira na Casa de Félix Araújo.

“O genocídio, o extermínio da Juventude Negra, é uma triste realidade, comprovada por números em nosso país. Essa é uma luta que temos travado há um bom tempo. Hoje na condição de vereadora de Campina Grande, trazemos esse debate para Câmara Municipal e esse projeto é apenas o primeiro nessa perspectiva de enfrentamento dessa realidade”, disse a vereadora.

A parlamentar destacou também que tem realizado várias reuniões com representantes de diversos movimentos e organizações que discutem a questão racial na cidade.

“Estamos em constante diálogo com as organizações e movimentos que discutem a questão racial, não apenas a nível de município. Isso nos possibilita apresentar projetos que de fato atendam aos anseios de quem está no dia a dia, no trabalho social e na luta diária que perpassa essas pautas”, enfatizou.

O projeto de lei foi protocolado e espera o parecer da Comissão de Constituição e Justiça para que possa ser colocado em votação.

Redação Gabinete Paraíba com ASCOM / Jô Oliveira

[DEBATE] Situação dos trabalhadores e trabalhadoras de Campina Grande é tema de audiência pública na CMCG

Na última quarta-feira, 05 de maio, a Câmara Municipal de Campina Grande realizou audiência pública para debater o dia do trabalhador. A propositura foi da vereadora Jô Oliveira (PCdoB), que trouxe para o debate a representação de diversos movimentos sindicais.

Durante a audiência, foram debatidos temas como o aumento do desemprego nesse momento de pandemia, que também influencia no aumento da pobreza e da fome; os direitos trabalhistas ameaçados pelo atual cenário político, a importância da vacinação prioritária para algumas categorias como os bancários e professores, entre outros aspectos.

Participaram da audiência a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Comitê Popular e Sindical de Luta Contra a Fome; Observatório do Trabalho; SINE Municipal; Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação da Paraíba (SINTEP); Central Única dos Trabalhadores (CUT); Força Sindical; Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil; Conselho Estadual dos Direitos Humanos; Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e Borborema (Sintab); Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Privada do Agreste da Borborema; Sindicato dos Urbanitários; Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado da Paraíba (SINTTEL); e Sindicato dos Bancários.

Para a vereadora Jô Oliveira, o momento foi importante para aproximar a CMCG dos movimentos populares e sindicais, e ouvir as demandas da classe trabalhadora.

“Importante esse diálogo com várias representações dos trabalhadores e trabalhadoras, para que nós, enquanto Câmara Municipal, possamos construir junto com as pessoas, absorver estudos e dados sobre a área, conhecer a realidade de muitas categorias, e poder propor leis e requerimentos que de fato dialoguem com isso e sejam de utilidade pública”, destacou.

A vereadora também evidencia como fruto dos debates da audiência, a necessidade de reativar órgãos como conselhos municipais, que podem contribuir com o desenvolvimento de políticas públicas relacionados a melhoria de condições para os trabalhadores, além da importância da categoria também integrar as discussões sobre a revisão do plano diretor do município.

O Presidente do Sindicato dos Comerciários de Campina Grande e Vice-Presidente da CTB no estado, José do Nascimento Coelho, em entrevista a uma emissora de rádio local, também comentou a respeito da audiência.

“Essa audiência pública está trazendo muita reflexão aos trabalhadores. Estamos em um momento de muita luta e reflexão devido à pandemia e grande quantidade de mortes. Essa audiência trouxe uma discussão da média salarial, emprego e desemprego, para que essa casa busque políticas públicas para estes trabalhadores. Não é só gerar emprego, nós queremos emprego de qualidade”, afirmou.

Confira algumas imagens da audiência:

Redação Gabinete Paraíba com Ascom / Jô Oliveira