Vereador de Cruz do Espírito Santo-PB é denunciado pelo GAECO

Nos últimos dias a Paraíba foi surpreendida por denúncias que apuram fraudes que envolve Cooperativas e contratos com o governo do estado da Paraíba, a Operação denominada de 5764, já conta com dois suspeitos presos desde o dia 6 de abril.

Porém a novidade para a classe politica é que um Vereador de um município da região metropolitana da capital foi denunciado pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado, trata se do vereador de Cruz do Espírito Santo, LEONARDO DO NASCIMENO e ELIOENAI DE FRANCA SILVA.

A Operação apura irregularidades na aquisição de gêneros alimentícios a partir de contratos firmados entre Cooperativas e entes públicos, a exemplo do Governo do Estado da Paraíba e municípios paraibanos, voltados ao fornecimento de gêneros alimentícios destinados a famílias paraibanas em situação de vulnerabilidade social, agravada pela pandemia da Covid-19, merenda escolar e alimentação de unidades hospitalares e de saúde.As contratações decorrentes das dispensas de licitação investigadas totalizam o montante de R$ 754.000,00 e R$ 123.000,00 correspondem a danos ao erário já detectados.

As investigações constataram indícios de conluio, de falsidade ideológica e de fraudes ao caráter competitivo em dispensas de licitação, inclusive ferindo frontalmente os conceitos e pré-requisitos das fontes de financiamento utilizadas na liquidação das despesas correspondentes, notadamente as pautadas no Programa Nacional da Agricultura Familiar (Pronaf) e do Fundo Estadual de Erradicação da Pobreza.

Não tem troco: Usuários do transporte público de Campina Grande denunciam empresas que estariam se negando a dar o troco da passagem

A redação do Gabinete Paraíba recebeu na tarde dessa quinta-feira (14), denuncias de usuários do transporte público de Campina Grande, que alegaram uma prática recorrente nos ônibus que circulam pela cidade, que cobradores e motoristas estariam se negando a repassar o troco do valor das passagens que são pagas em dinheiro.

Atualmente o valor da passagem dos ônibus em Campina Grande está custando R$ 3,90, com isso muitos usuários alegam que as empresas estão se negando a repassar o valor de dez centavos, afirmando que não há troco disponível.

A situação seria bastante comum se não estivesse acontecendo com grande recorrência, fazendo com que o preço da passagem se torne mais cara para os usuários.

A questão é: será que as empresas estão permitindo que usuários acessem ao serviço, se por acaso estiver faltando qualquer valor na passagem?

Em sessão na Câmara, Olímpio Rocha denuncia a tentativa de desvirtuar assentamentos da Reforma Agrária em Campina Grande

Em audiência realizada nessa última quinta-feira (16), na Câmara Municipal de Campina Grande, que teve como objetivo o debate sobre Energia Renovável, o Presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos da Paraíba, Olímpio Rocha, em sua fala, denunciou a tentativa de desvirtuamento dos assentamentos da Reforma Agrária em Campina Grande.

Segundo Olímpio, houve uma falsa promessa aos assentados, da parte de construtora local, do recebimento de um suposto pagamento mensal, para que eles pudessem ceder o uso de seus lotes para instalação de placas solares, algo que, segundo ele, “só promoveria o desvio de finalidade das áreas desapropriadas, destinadas à agricultura familiar, responsável pela produção de 70% dos alimentos que chegam às nossas mesas.”

Segundo Olímpio, a denuncia será encaminhada ao Ministério Público Federal. A fala de Olímpio repercutiu ao longo do dia, sendo compartilhada em suas redes sociais.

Confira o vídeo: ,

Redação Gabinete Paraíba